WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
flash day

sindy mega radio

iris calcados
setembro 2020
D S T Q Q S S
« ago    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

:: ‘_destaque3’

Conquista: relação de candidatos desistentes e inabilitados em seleção de Caráter Emergencial é divulgada

WhatsApp-Image-2020-06-19-at-17.09.45-3

A Secretaria Municipal de Administração (Semad) informou, nesta quarta-feira (29), a relação dos candidatos desistentes e inabilitados na fase de contratação após segunda convocação, conforme anexo 1 do Edital.

Os candidatos inabilitados poderão consultar suas análises dirigindo-se pessoalmente à Coordenação de Gestão de Pessoas, localizada na sede da Secretaria de Saúde, situada à Rua Rotary Clube, nº 69 – Centro, sala 105, das 8h30 às 11h e das 14h às 17h, no período de 30/07/2020 a 31/07/2020.

EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO EMERGENCIAL 03.2020 – INABILITADOS – 2ª CONVOCAÇÃO

Fonte: Blog da resenha geral.

Nuvem de gafanhotos diminui ainda mais, mas permanece alerta para o Brasil

gafanhotos

A nuvem de gafanhotos que está na Argentina desde maio foi reduzida ainda mais na segunda-feira, dia 27. Segundo o Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar do país (Senasa), 87% dos insetos foram eliminados com pulverizações aéreas e terrestres de inseticidas realizadas na quinta-feira (23), no sábado (25) e na segunda. Ainda restam aproximadamente 50 milhões de insetos que permanecem na cidade de Federación, na província de Entre Rios, a 10 quilômetros da divisa com o Uruguai e a cerca de 90 quilômetros da cidade gaúcha de Barra do Quaraí – divisa com o Brasil.

Apesar das baixas temperaturas e da chuva, observadas na região desde domingo, dia 26, limitarem a movimentação do gafanhotos, fiscais estaduais agropecuários do Rio Grande do Sul afirmam que o alerta sobre a entrada destes insetos no território brasileiro permanece.

Os insetos remanescentes estão estacionados em copas de eucaliptos e laranjeiras, disse o Senasa. Técnicos da entidade preveem eliminar o aglomerado restante até o fim desta semana com novas aplicações de inseticidas. “O objetivo principal era romper a nuvem e não permitir a junção novamente, o que não aconteceu até o momento. Durante o dia de ontem, foram detectados gafanhotos vivos, a maioria isolados, mas as ações em campo continuam nos próximos dias”, afirmou o coordenador do Programa de Controle de Gafanhotos e Tucuras do Senasa, Héctor Medina, em nota divulgada para a imprensa.

Uma segunda nuvem de insetos, localizada no norte da Argentina, na província de Chaco, também continua sendo monitorada. Técnicos do Senasa ainda não identificaram a sua localização exata por estar em área de difícil acesso, mas afirmam que o aglomerado se desloca em curso semelhante à direção tomada pela primeira nuvem e em baixa velocidade. Estima-se que esta nuvem tenha o dobro do tamanho da primeira infestação, de cerca de 800 milhões de insetos.

O Paraguai tem uma outra nuvem de gafanhotos (um total de três é monitorado pelos países da América do Sul), localizada no Departamento Central do Chaco, em Boquerón, próximo à divisa com o norte da Argentina, a cerca de 200 quilômetros, segundo o Serviço Nacional de Saúde e Segurança Vegetal do Paraguai (Senave). De acordo com fiscais agropecuários brasileiros, esta nuvem está cerca de 600 quilômetros distante da fronteira com o Brasil.

Fonte: Correio24h

TSE anuncia compra de 180 mil urnas eletrônicas para eleições

urna

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou a compra de até 180 mil novas urnas eletrônicas. Conforme o tribunal, os equipamentos deverão ser utilizados a partir das eleições de 2022. Ainda segundo o TSE, o objetivo é substituir os equipamentos fabricados entre 2006 e 2008.

O valor da proposta vencedora da licitação é de R$ 799,9 milhões. A licitação começou no ano passado e foi homologada (validada) pelos ministros Luís Roberto Barroso, Edson Fachin e Alexandre Moraes. Barroso é o atual presidente do TSE; Fachin comandará o tribunal entre fevereiro e agosto de 2022; e Moraes chefiará a Corte a partir de agosto de 2022. :: LEIA MAIS »

Processo para vacina pode cair de 2 anos para 6 meses, diz cientista na OMS

coronavacina

A cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, explicou nesta sexta-feira, 24, que a observação de resultados no desenvolvimento de uma vacina – que normalmente leva anos – pode levar apenas seis meses em meio à pandemia do novo coronavírus. Para as candidatas a vacinas que já estão na fase 3, em testagem com pessoas no mundo real, o próximo passo é analisar a segurança e eficácia da proteção com base nos voluntários que receberam o imunizante.

“Ainda vai haver o acompanhamento daqueles que receberam o teste por um período, normalmente dois anos ou até mais. Mas, com seis meses, é possível olhar os resultados e se perguntar se são suficientes”, disse a cientista-chefe durante “live” para responder dúvidas do público.

É papel dos reguladores checar se os dados atestam eficiência para que, em caso positivo, a vacina seja produzida em escala. A OMS afirma estar trabalhando junto a eles para acelerar o processo de obtenção de licenças – e também junto às empresas, para agilizar a produção em massa.

Mesmo com prazo mais curtos, Soumya disse que a segurança é primordial. “Não será o caso da primeira vacina ser rapidamente injetada em milhões de pessoas sem ter estabelecido, de fato, se ela está realmente oferecendo proteção e se é segura”, disse.

Segundo a cientista-chefe, hoje são mais de 100 candidatas a vacina contra covid-19 em desenvolvimento, sendo 24 já em fase de testes em humanos e “três ou quatro” na fase 3. Entre estas últimas, estão os produtos desenvolvidos pela farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford e pelo laboratório chinês Sinovac.

Soumya acrescentou que aquelas que estão nas fases 1 ou 2 de testes devem entrar na 3 nos próximos dois ou três meses.

Em acordo com as declarações da cientista-chefe, o diretor do programa de emergências da OMS, Michael Ryan, afirmou nesta semana que é preciso se manter realista quanto aos prazos referentes às vacinas.

Segundo Ryan, as pessoas não receberão a imunização até o início de 2021. “A ideia de que teremos uma vacina em dois ou três meses e, de repente, esse vírus terá passado… Adoraria dizer isso a vocês, mas não é realista”.

Fonte: Tribuna da Bahia

Empréstimos via cartão de crédito podem ser enquadrados como agiotagem

cartao-credito (1)

A pandemia do novo coronavírus deixou muita gente com as contas no vermelho. Nesse caso, os empréstimos podem ser uma saída para tentar resolver os problemas financeiros, mas a forma, onde e com quem se toma um empréstimo precisam de atenção. Isso porque há quem aproveite a crise para oferecer o que parecem ser facilidades através de “empréstimos via cartão de crédito”, mas na verdade é um problemão, um golpe e até crime: agiotagem. O alerta é feito pelo advogado George Araújo, que atua na área de Defesa do Consumifor desde 2013.

Pela legislação e do ponto de vista do Direito do Consumidor, os empréstimos devem ser feitos por empresas autorizadas para isso. Muitas organizações que se passam por financiadoras e agências de crédito oferecem supostas linhas de crédito, aproveitam os altos limites de cartão de crédito para oferecer uma espécie de benefício que se assemelha a um empréstimo. Mas essa prática configura agiotagem e não empréstimo propriamente dito. “Porque ali o consumidor não tem nenhuma segurança sobre as normas que regulamentam os empréstimos”, explicou o advogado.

Em Salvador, empresas têm feito anúncios em rádios e têm até lojas físicas para empréstimo no cartão de crédito. O especialista em Direito do Consumidor ressalta que a prática ilegal tem se tornado cada vez mais comum e aconselha que os consumidores se atentem para esse tipo de empresa prevenir essas fraudes.

“O consumidor termina ficando fascinado pela oportunidade, ele acaba sendo conquistado e retira alto valor. Mas depois precisa arcar com o ônus da alta margem de lucro das operadoras de cartão de crédito, que tem juros altos. E aí ele acaba entrando em uma bola de neve, com uma dívida que não consegue pagar”, explicou George Araújo.  :: LEIA MAIS »

1,3 milhão de CPFs serão investigados por suspeita de fraude no auxílio emergencial

auxilio-1

Uma relação de 1,3 milhão de CPFs foi enviada pelo Ministério da Cidadania à Caixa Econômica. A suspeita é que eles tenham sido beneficiados com o auxílio emergencial de forma fraudulenta.

 Segundo o portal Metrópoles, as contas desses titulares serão bloqueadas até que seja feita uma verificação detalhada.

“Não é possível afirmar que esses CPFs sejam considerados cancelados ou inelegíveis para receber o benefício. Qualquer indício de ilegalidade, em especial na ótica criminal, é imediatamente informado à Polícia Federal e os pagamentos são suspensos”, informou a pasta.

A informação repassada à Caixa faz parte de um acordo firmado entre o ministério e a Controladoria-Geral da União (CGU), o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Ministério Público Federal (MPF) com o objetivo de controlar o pagamento do auxílio emergencial.

 De acordo com a pasta, até agora, o governo já recuperou R$ 83,6 milhões pagos a beneficiários que não tinham direito ao auxílio.
Fonte: Correio24h

Vacina de Oxford para covid-19 é segura e funciona, dizem cientistas

coronavacina

Cientistas da Universidade de Oxford, no Reino Unido, anunciaram nesta segunda-feira (20) que a vacina que desenvolve contra a covid-19 é segura e apresentou uma resposta imune em quem a testou. Os resultados são das duas primeiras fases dos testes de imunização – a terceira acontece agora em vários países, inclusive o Brasil. O efeito deve ser reforçado com uma segunda dose da vacina, afirmam.

Os dados são de estudo publicado na revista científica The Lancet. O estudo foi randômico, com participação de 1.077 pessoas saudáveis. Elas estavam divididas em dois grupos: 543 pessoas receberam a vacina experimental, sem saber o que estavam tomando, e outras 534 receberam uma vacina de meningite (o grupo controle). Os ensaios mostraram que a vacina foi capaz de induzir a resposta imune tanto por anticorpos como por células T até 56 dias depois da administração da dose. :: LEIA MAIS »

Decreto proíbe queimadas em todo o Brasil por 120 dias

queimada

O governo federal anunciou, na noite desta quarta-feira (15), que foi editado um decreto para proibir o emprego de fogo em áreas rurais por um período de 120 dias. A medida vale para todo o território nacional. Em nota distribuída à imprensa, a Secretaria-Geral da Presidência da República informou que, historicamente, a maior incidência de queimadas ocorre entre os meses de agosto e outubro. O Decreto Nº 10.424, de 15 de julho de 2020, está publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (16).

“A previsão climática do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos para os meses de julho, agosto e setembro indica período de forte estiagem, motivo pelo qual tornou-se urgente a adoção da suspensão das queimadas para conter e reduzir a ocorrência de incêndios nas florestas brasileiras”, informou a pasta.

Segundo a nota, citando o Ministério do Meio Ambiente, os dados recentes da plataforma de dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam grande quantidade de focos de queimadas no primeiro semestre deste ano, não apenas na Amazônia, mas também em outros biomas, como o Pantanal.

De acordo com o governo, o decreto de suspensão de queimadas não se aplica para alguns casos, como nas práticas agrícolas de subsistência executadas pelas populações tradicionais e indígenas; nas práticas de prevenção e combate a incêndios realizadas ou supervisionadas pelas instituições públicas responsáveis pela prevenção e pelo combate aos incêndios florestais no Brasil; nas atividades de pesquisa científica realizadas por Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação (ICT), desde que autorizadas pelo órgão ambiental competente; no controle fitossanitário, desde que autorizado pelo órgão ambiental competente, e nas queimas controladas em áreas fora da Amazônia Legal e no Pantanal, quando imprescindíveis à realização de práticas agrícolas, desde que autorizadas previamente pelo órgão ambiental estadual.

No ano passado, em meio ao aumento dos incêndios, principalmente na Amazônia, o governo também suspendeu, por meio de decreto, a aplicação de fogo em áreas rurais. Segundo dados oficiais, a medida, que vigorou durante 60 dias, entre agosto e setembro, reduziu as queimadas em 16%.

Fonte: Tribuna da Bahia

Auxílio emergencial: pagamento da 4ª parcela começa dia 20 de julho; veja calendário

auxilio-1

A quarta parcela do auxílio emergencial começará a ser paga no dia 20 de julho e as primeiras pessoas que irão receber o benefício são aquelas cadastradas no bolsa família. As informações são do portal Exame.

O calendário segue o Número de Identificação Social (NIS) que tem início pelo final 1, em seguida, no dia 21, com final 2 e assim por diante até o final zero. (confira o calendário abaixo).

Em nota enviada à Exame, o Ministério da Cidadania informou que o pagamento do Bolsa Família segue o calendário regular do programa.

Aqueles que são cadastrados no Bolsa Família irão receber o pagamento do auxílio automaticamente, ou seja, não precisam se cadastrar no programa que foi inaugurado durante a pandemia. Porém, só receber o auxílio emergencial se o mesmo for maior do que é pago pelo Bolsa Família.

Para aqueles que não possuem Bolsa Família, um calendário ainda será divulgado.

  • Calendário – 4ª parcela – Inscritos no Bolsa Família

20 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 1
21 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 2
22 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 3
23 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 4
24 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 5
27 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 6
28 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 7
29 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 8
30 de de julho, pagamento para final do número de indentificação social 9
31 de julho, pagamento para final do número de indentificação social 0

Fonte: iBahia

Seap suspende visitas sociais e religiosas em presídios da Bahia até agosto

seap

A Secretaria de Administração Penitenciária prorrogou a suspensão de visitas sociais e religiosas nas Unidades Prisionais do Estado, incluindo a Fundação da Criança e do Adolescente, por mais 15 dias. Em razão da pandemia do novo coronavírus, os presos do sistema prisional baiano não poderão receber as visitas até o dia 1° de agosto. As visitas estão suspensas desde 18 de março deste ano.

A medida considera a vulnerabilidade da população prisional na pandemia, devido a natureza aglomerativa das estruturas dos estabelecimentos prisionais.

A primeira suspensão das visitas provocou protestos de familiares de presos que estão no Complexo Penitenciário da Mata Escura, em Salvador. Em março, as famílias alegaram que não podiam deixar nem ao menos itens permitidos para doação aos presos, como remédios e comida. À época, a Seap não deixou claro que medidas iria tomar a respeito das entregas.
A decisão pela prorrogação foi tomada após reunião por videoconferência, ocorrida em 10 de julho de 2020, envolvendo a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (Seap); a Secretaria da Segurança Pública (SSP); a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), através da Fundação da Criança e do Adolescente (FUNDAC); o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), através da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ) e do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF); o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA); e a Defensoria Pública do Estado da Bahia.

Fonte: Bahia Notícias

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia