WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
afrojapa

sindy mega radio

iris calcados
janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘Bahia’

Mais de 20 mil pessoas devem ser vacinadas em Salvador com 1ª remessa da CoronaVac, diz prefeito Bruno Reis

“Este é um dia histórico que renovamos nossa esperança”, declara prefeito Bruno ReisFoto: Valter Pontes | Secom

vacinados

Ao menos 2.500 soteropolitanos devem ser imunizados nesta terça-feira, 19, com a primeira dose da CoronaVac, vacina contra a Covid-19, desenvolvida pelo Instituto Butantan. A informação foi divulgada pelo prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), durante a solenidade na sede das Obras Sociais Irmã Dulce Osid), na Cidade Baixa.

“Este é um dia histórico que renovamos nossa esperança e não haveria outro lugar de Salvador que não fosse a Osid, por tudo que Santa Dulce representou para os soteropolitanos. Com esta remessa, mais de 21 mil pessoas serão imunizadas em Salvador (com as duas doses)”, declarou.

O gestor municipal aproveitou a oportunidade para chamar a atenção de quem pretende procurar as unidades de saúde da capital baiana em busca do imunizante. “Não adianta as pessoas irem para posto de saúde ou hospitais porque as doses que chegaram só imuniza parte dos idosos e parte dos profissionais de saúde”.

Público alvo

De acordo com informações da prefeitura, o público-alvo desta primeira remessa de doses é formado por idosos abrigados em instituições de longa permanência do município, trabalhadores da saúde que atuam na rede de urgência e assistência direta aos pacientes com o novo coronavírus (UPAs, Gripários, Samu 192) e hospitais, incluindo os de campanha.

A Tarde

Vacina contra Covid-19 começa a ser enviada para regiões do interior baiano

baianos

Por volta das 2h partiu o voo com destino a Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, com 10.800 doses para a 

A Primeira aeronave com a vacina contra a Covid-19, desenvolvida pelo Instituto Butantan, em parceria com a empresa chinesa Sinovac Biotech, chegou ao aeroporto de Salvador nesta segunda-feira, 18, e começou a ser distribuída para cidades do interior baiano por meio de aeronaves, na madrugada desta terça-feira, 19.

No total, 376,6 mil doses chegaram à capital baiana. Por volta das 2h partiu o voo com destino a Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, com 10.800 doses para esta região. Às 6h, decolou a aeronave com destino a Ibotirama e Santa Maria da Vitória.

De acordo com o Governo do Estado, sete aeronaves e 243 veículos irão distribuir o imunizante para as 30 regiões do estado, a fim de contemplar os 417 municípios baianos.

A Tarde

Decreto do governo da Bahia que proíbe shows e aulas é prorrogado até 30 de janeiro

alunos (1)

O governo da Bahia prorrogou o decreto que suspende shows e aulas nas unidades de ensino das redes públicas e privadas em todo o Estado. A prorrogação será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado, 16, sendo válida até 30 de janeiro de 2021.

O decreto proíbe ainda a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, como passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.

Já as cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas, no entanto, limitadas apenas a até 200 pessoas. Contudo, a parte festiva desses eventos ainda não está permitida.

A Tarde

1º lote com doses da vacina contra Covid-19 devem chegar a Salvador nesta segunda-feira, às 18h

Natalia Kolesnikova | AFP

Vacina

O avião com o primeiro lote de vacinas da CoronaVac, do Instituto Butantan, feitas em parceira com o laboratório chinês Sinovac, contra a Covid-19, está previsto para pousar no aeroporto de Salvador nesta segunda-feira, 18, às 18h. A informação foi divulgada pelo secretário estadual de saúde, Fábio Vilas-Boas, em entrevista ao programa Isso é Bahia, na rádio A TARDE FM.

O voo 3227, da companhia aérea Latam, saiu do Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP), no início da manhã. Ao menos 376 mil doses da vacina devem desembarcar em Salvador.

Por meio das redes sociais, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), comemorou a chegada da vacina. “Hoje, quero comemorar meu aniversário com a chegada da vacina à Bahia! Chego aos 58 anos com muita esperança e vontade de trabalhar para vencer a guerra contra a Covid-19. Estamos prontos para receber as primeiras doses ainda hoje e iniciar a distribuição às 417 cidades baianas”.

De acordo com as primeiras informações, assim que as vacinas chegarem na capital baiana, devem ser distribuídas por meio de caminhões, para cidades com distância inferior a 300 km de Salvador, e aviões e helicópteros, para municípios com distância maior. A expectativa é a de que a vacinação comece já nesta quarta-feira, 20, a partir das 10h.

Covid-19: Salvador inicia procura de freezers para armazenar 5 milhões de doses da vacina

por Matheus Caldas

Covid-19: Salvador inicia procura de freezers para armazenar 5 milhões de doses da vacina

Foto: Betto Jt. / Secom

A prefeitura de Salvador deu início à procura de materiais para iniciar o plano de vacinação contra a Covid-19, anunciado nesta terça-feira (12) pelo prefeito Bruno Reis (DEM) (leia mais aqui).

A gestão municipal abriu cotação de preço para adquirir quatro freezers que podem armazenar até cinco milhões de doses do imunizante. A informação está na edição desta terça do Diário Oficial do Município. A informação publicada no diário foi levada a público momentos antes da divulgação do plano feita pelo prefeito.

Segundo a publicação, os materiais servirão para armazenamento científico de bobinas de gelo reutilizável com indicação de acondicionamento em ultrabaixa temperatura a nível local, com capacidade 100 a 120 litros. As propostas deverão ser apresentadas à prefeitura em até três dias úteis da publicação no diário oficial.  

O QUE É COTAÇÃO DE PREÇO?
Antes de celebrar qualquer contrato, seja de procedimento licitatório ou de contratação direta, a administração Pública deve apurar o valor estimado da contratação, para que não haja dano ao erário público. Com isso, é possível garantir que o Poder Público identifique o valor médio de mercado para qualquer contratação.

ARMAZENAMENTO DAS VACINAS
A prefeitura dividiu as redes para armazenar os imunizantes em três: redes de frio municipal, distrital e local.

A municipal se refere à hospitais e vigilância sanitária e tem uma perspectiva macro. Serão quatro câmaras de conservação, totalizando 972 litros, com capacidade para 98 mil doses. Ainda haverá quatro refrigeradores de 850 litros no total, e quatro ultrafreezers para armazenamento de 160 mil doses – este poderia, eventualmente, armazenar o imunizante da Pfizer, que requer a convervação em temperaturas abaixo de -70º graus. 

A rede distrital versa sobre o planejamento nos 12 distritos sanitários da capital. Destes, sete poderão armazenar, no total, 686 mil doses em câmaras de conservação. São eles: Barra, Subúrbio, Itapagipe, Brotas, São Caetano, Valéria, Cabula e Cajazeiras.

A última etapa de destino dos imunizantes está na rede local, que são as salas de vacinação. São 153 das 158 unidades de saúde do município que possuem estes espaços. Os locais terão câmaras de conservação e freezers científicos. 

De acordo com Bruno Reis, todos os espaços, em qualquer das redes, têm a possibilidade de receber qualquer tipo de vacina, inclusive a da Pfizer. Além desta, o plano municipal inclui os seguintes imunizantes: Astrazeneca/Oxford, Janssen, Moderna, Sputnik V e Coronavac.

Na visão do prefeito da capital da Bahia, “talvez não tenha uma cidade no Brasil que tenha já a infraestrutura que Salvador tem”.

OUTROS EQUIPAMENTOS
A edição do diário desta terça evidenciou a procura municipal por outros materiais. A prefeitura abriu cotação de preço para aquisição de saco transparente zip lock e para contratação de micrologística para gestão de insumos e materiais médicos, medicamentos e correlatos, incluindo o desenvolvimento e a administração de processos e de materiais dentro da cadeia de abastecimento das unidades beneficiárias tais como programação, armazenagem, administração de equipe, separação de pedidos, expedição de insumos, distribuição de materiais médicos e medicamentos.

Após anúncio, Rui Costa oficializa troca no comando geral da Polícia Militar

Após anúncio, Rui Costa oficializa troca no comando geral da Polícia Militar

Coronel Paulo Coutinho | Foto: Alberto Maraux/ SSP-BA

A mudança feita pelo governador Rui Costa (PT) no comando da Polícia Militar baiana foi oficializada em publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (12). O decreto traz a exoneração do coronel PM Anselmo Brandão, que estava há seis anos no posto, e a nomeação do também coronel Paulo José Reis de Azevedo Coutinho para sucedê-lo.

Coutinho foi anunciado no cargo pelo próprio governador, na segunda (11), confirmando uma informação publicada anteriormente pelo Bahia Notícias (veja aqui). Essa mudança se une a outras já feitas na alta cúpula da segurança na Bahia.

Desde que o agora ex-secretário de Segurança, Maurício Barbosa, foi alvo da Operação Faroeste, o governador Rui Costa nomeou um novo chefe para a pasta, o juiz federal aposentado Ricardo César Mandarino Barreto, alterou o comando da Polícia Civil, agora sob Heloísa Campos Brito, Hélio Jorge Paixão passou a ser o subsecretário e, no fim de semana, o petista nomeou um novo superintendente de Inteligência, o delegado Ivo Carvalho Tourinho (saiba mais aqui e aqui).

O antigo titular do cargo era Rogério Magno de Almeida Medeiros, também citado na Faroeste  investigação que apura a prática de venda de sentenças relacionadas à disputa de terras no Oeste da Bahia. Mas, diferente de Barbosa, que teve seu afastamento das funções determinado por um ano, Medeiros não foi alvo da operação (saiba mais aqui e aqui).

COMANDO REGIONAL

Com Paulo José Coutinho agora oficialmente comandante-geral, o posto antes ocupado por ele, o de comandante de Policiamento Regional da Capital, será assumido pelo subcomandante da área, o tenente-coronel PM Samuel Santos Moreno. A cerimônia de posse deles será na próxima

Trabalhadores da Ford fazem protesto na sede da montadora em Camaçari

Milhares de trabalhadores da Ford estão reunidos na sede da montadora, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, na manhã desta terça-feira (12). Eles protestam pelo fechamento das fábrica em todo país, anunciadas pela marca nessa segunda (11).

Trabalhadores da Ford fazem protesto na sede da montadora em Camaçari

(Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

:: LEIA MAIS »

Prefeitura prorroga decreto que suspende aulas na rede pública e privada

Cássio Santana

 

Bahia é o segundo estado com menos mortes por covid-19 por 100 mil habitantes

Quanto ao número total de casos o estado ocupa a sétima posição.

Tribuna da Bahia, Salvador
11/01/2021 06:30 | Atualizado há 2 horas e 46 minutos

 Foto: Reuters / Pilar Olivares / Direitos Reservados


Por Yuri Abreu

Se o número de casos e de mortes pelo novo coronavírus na Bahia vem crescendo desde o final do novembro, quando do período eleitoral, o estado, em comparação com outras unidades federativas, vem apresentando índices satisfatórios com relação a quantidade de óbitos e registros positivos da doença, quando o enfoque é dado a parcela de pessoas infectadas a cada 100 mil habitantes.

Conforme os dados do site Brasil.io e que tem como base as secretarias estaduais de Saúde dos 26 estados e do Distrito Federal – os dados são do dia 9 de janeiro, a Bahia é o sétimo com relação ao número de casos por 100 mil habitantes. Foram 3.424 até a noite do último sábado, o que deixa o estado atrás de Pernambuco (2.401), Rio de Janeiro (2.648), Minas Gerais (2.761), Maranhão (2.838), Alagoas (3.226) e São Paulo (3.328). Neste ranking, o primeiro lugar é de Roraima, com 11.048 mortes a cada 100 mil habitantes.

Por outro lado, quanto ao número de mortes, também dentro do mesmo índice, a Bahia ocupa a segunda colocação, com 62,9 óbitos, atrás apenas do estado de Minas Gerais, que possui 59,15 a cada 100 mil habitantes. Os três primeiros colocados nesta triste estatística, por outro lado, são o Rio de Janeiro, com 153,77 mortes, Distrito Federal (142,42 óbitos) e o Amazonas – que atualmente vive uma das realidades mais dramáticas do país pela covid-19 –, com 134,73 mortes a cada 100 mil habitantes.

Porém, se forem considerados os números absolutos de casos e mortes do coronavírus, a Bahia sobe muitas posições em ambos os rankings. No primeiro, os 511.192 registros positivos da doença fazem com que o estado fique atrás apenas de São Paulo (1.540.513 casos), Minas Gerais (567.868) e Santa Catarina (518.805). Nos óbitos, a unidade da federação está em sétimo, com 9.392. À frente da Bahia, aparecem os estados de São Paulo (48.298 mortes), Rio de Janeiro (26.704), Minas Gerais (12.594), Ceará (10.150), Pernambuco (9.826) e Rio Grande do Sul (9.413).

BOLETIM

Em boletim divulgado ontem, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou que, nas últimas 24 horas, foram 1.649 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%) e 1.570 recuperados (+0,3%). Dos 512.841 casos confirmados desde o início da pandemia, 6.875 encontram-se ativos. Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,37%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100 mil habitantes foram: Ibirataia (10.514,63), Muniz Ferreira (8.636,49), Conceição do Coité (8.533,00), Jucuruçu (8.163,49) e Pintadas (8.096,20).

Quanto ao número de óbitos, o boletim deste domingo do órgão estadual contabilizou 32 mortes, que ocorreram em datas diversas – 25 desde o dia 1º de janeiro. desde o início da pandemia, o número total de óbitos pelo novo coronavírus, no estado é de 9.424, representando uma letalidade de 1,84%. Dentre os óbitos, 56,48% ocorreram no sexo masculino e 43,52% no sexo feminino.

Em relação ao quesito raça e cor, 55,03% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,26%, preta com 14,71%, amarela com 0,66%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,22% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,85%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,61%).

 

 

 

Brasil tem 8,10 milhões de casos de covid-19 e 29,7mil nas últimas 24h

Total de pessoas recuperadas da doença chega a 7,16 milhões

Tribuna da Bahia, Salvador
10/01/2021 21:58 | Atualizado há 11 horas e 14 minutos

 Foto: Reginaldo Ipê / Tribuna da Bahia


O balanço divulgado neste domingo (10) pelo Ministério da Saúde registra 29.792 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 8.105.790 pessoas infectadas pela doença desde o início da pandemia.

Segundo o Ministério da Saúde, de ontem até às 18h de hoje (10) foram confirmadas 469 mortes em decorrência de complicações causadas pelo vírus. Com isso, o total de pacientes que perderam a vida chega 203.100 pessoas.

Ainda, de acordo com o ministério, 7.167. 651 pessoas (88,4%) já se recuperaram da covid-19. Outras 735.039 (9,1%) estão em acompanhamento e 2.603 casos continuam sendo investigados.

O balanço do ministério é feito a partir de registros reunidos pelas secretarias estaduais de Saúde e enviados à pasta para consolidação.

Covid-19 nos estados

São Paulo se mantém com o maior número de casos no país e chegou hoje (10) a 1.546.132 pessoas contaminadas, com 48.351 óbitos. Os outros estados com maior número de casos no país são Minas Gerais (592.311), Santa Catarina (520.577) e Bahia (512.841). Já o Acre tem o menor número de casos (43.127), seguido de Roraima (69.732) e Amapá (70.902).

Fonte: Agência Brasil

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia