WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
flash day

sindy mega radio

iris calcados
outubro 2020
D S T Q Q S S
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

:: ‘Brasil’

Governo divulga calendário da 2ª parcela do Auxílio Emergencial

auxilio

O calendário do pagamento da 2ª parcela do Auxílio Emergencial foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (15). O cronograma começa a partir de segunda-feira (18) e seguirá até 13 de junho.

A portaria que definiu o calendário também alterou a forma de recebimento dos trabalhadores que se inscreveram no programa por meio do site e do aplicativo e informaram uma conta já existente para recebimento do benefício.

Para esses beneficiários, a segunda parcela também será depositada em poupança digital na Caixa em um primeiro momento. Esses recursos vão poder ser usado digitalmente (para pagamentos de contas, boletos e compras por meio de cartão de débito virtual) até uma segunda data, quando os recursos restantes nessa poupança serão então transferidos para a conta que o trabalhador indicou ao fazer o cadastro.

Fonte: Blog da resenha geral.

Bolsonaro anuncia distribuição de 32 milhões de testes para Covid-19

IMAGEM_NOTICIA_5 (10)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, anunciou nesta sexta-feira (15) a distribuição de 32 milhões de testes para a detecção da Covid-19. De acordo com o chefe do Executivo, todo o Brasil irá receber os testes, com prioridade para locais de maior necessidade.

 

“Liberados inicialmente 32 milhões de testes que estão sendo distribuídos em todo Brasil, de acordo com a percepção local de maior necessidade. Mais iniciativas para realizações destes estão sendo tomadas”, escreveu, no Twitter.

 

De acordo com o Ministério da Saúde, o país tem 202.918 casos confirmados da doença, com 13.993 mortes. Sâo Paulo é o estado mais afetado, com 54.286 casos. A Bahia, por sua vez, tem 6.955 confirmações de infectados.

Fonte: Bahia Noticias.

Brasil se aproxima de 14 mil óbitos pelo novo coronavírus

corotewindows

O Brasil teve 844 novos registros de mortes nas últimas 24 horas e total chega a 13.993. O resultado representou um aumento de 6,4% em relação a ontem(13), quando foram contabilizados 13.149 mil falecimentos pela covid-19. O balanço diário foi divulgado no início da noite de hoje pelo Ministério da Saúde.

Já os novos casos confirmados foram 13.944, totalizando 202.918. Foi o maior número de casos confirmados registrados em 24 horas desde o início da pandemia no país. O resultado marcou um acréscimo de 7,3% em relação a ontem, quando o número de pessoas infectadas estava em 188.974. :: LEIA MAIS »

Teich deixa o Ministério da Saúde antes de completar um mês no cargo

teich

O ministro da Saúde, Nelson Teich, deixou o cargo nesta sexta-feira (15), antes de completar um mês à frente da pasta. Em nota, a pasta informou que ele pediu demissão.

Teich tomou posse em 17 de abril. Essa é a segunda saída de um ministro da Saúde em meio à pandemia do coronavírus. Teich havia substituído Luiz Henrique Mandetta. :: LEIA MAIS »

Brasil ultrapassa 11 mil mortes; 496 foram registradas nas últimas 24 horas

corongaa

O Brasil superou 11 mil mortes pela covid-19 neste domingo (10), mostra o balanço mais recente do Ministério da Saúde. O número chegou a 11.123, com a confirmação de mais 496 vítimas fatais nas últimas 24 horas. No sábado (9), havia 10.627 óbitos registrados.

O ministério contabilizou 1.226 novos registros de mortes no país em decorrência da covid-19 apenas neste fim de semana. Além disso, confirmou mais 6.760 casos da doença neste domingo. O total de infectados, com isso, chega a 162.699. Eram 155.939 no sábado. :: LEIA MAIS »

Auxílio emergencial não sacado de conta digital voltará para o governo

auxilio-1

O auxílio emergencial de R$ 600 e a compensação para trabalhadores com contratos suspensos ou reduzidos pagos por meio de contas digitais da Caixa Econômica Federal voltarão ao governo, se não forem sacados em 90 dias. O retorno automático ao Tesouro Nacional consta das regulamentações dos dois benefícios publicadas neste mês pelo Ministério da Economia.

Segundo o Ministério da Economia, o beneficiário poderá retirar o dinheiro mesmo depois de os recursos voltarem ao Tesouro Nacional. De acordo com a pasta, as leis que instituíram o auxílio emergencial de R$ 600 e o benefício emergencial (BEM) garantem o direito ao recebimento de quem teve o cadastro aprovado, dispensando a necessidade de uma nova regulamentação.

O retorno automático aos cofres do governo vale apenas para os benefícios depositados nas contas poupança digital da Caixa. Recebe por essa modalidade quem não tem conta em banco ou quem tiver optado por esse canal na hora de pedir o dinheiro.

Blog da Resenha geral

Calendário da 2ª parcela do auxílio emergencial sai na próxima semana

Tribuna da Bahia, Salvador

5eb355f79e469_Pedro-Guimaraes-presidente caixa

O calendário para o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 sai na próxima semana. A informação foi dada ontem (1º) pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, durante videoconferência para apresentar balanço do pagamento da primeira parcela.

:: LEIA MAIS »

Brasil tem mais de 135 mil casos de Covid-19; número de mortes vai a 9.146

corona virus

Com mais 9.888 casos, o Brasil chegou a 135.106 diagnósticos do novo coronavírus. O balanço foi divulgado pelo Ministério da Saúde na noite desta quinta-feira (7).

Quanto às mortes, de acordo com dados oficiais, o país contabilizou 9.146 óbitos por Covid-19, 610 a mais do que ontem. A taxa de letalidade atual é de 6,8%.

Pouco mais cedo, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) também divulgou os números do estado: são 4.528 diagnósticos, com 165 mortes em decorrência do novo coronavírus (veja aqui).

Bahia Notícias

Pagamento da segunda parcela dos R$ 600 depende da aprovação do calendário

Tribuna da Bahia, Salvador

5eb355f79e469_Pedro-Guimaraes-presidente caixa

O Ministério da Economia já aprovou o calendário de pagamentos da segunda parcela do benefício emergencial de R$ 600. Agora, falta apenas o Ministério da Cidadania aprovar as novas datas de pagamento para que o cronograma seja enviado para aprovação do presidente Jair Bolsonaro e comece a ser executado.

O andamento do calendário para a segunda parcela dos R$ 600, que é aguardado há mais de uma semana pelos mais de 50 milhões de brasileiros que receberam a primeira parcela do benefício emergencial, foi apresentado, nessa terça-feira (5/5), pelo presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

“Estamos muito próximos de finalizar. Depois que eu e o ministro (da Cidadania) Onyx (Lorenzoni) fecharmos um cronograma, levaremos ao presidente Jair Bolsonaro, que é quem organiza. O ministro (da Economia) Paulo Guedes já deu o OK”, afirmou Guimarães, garantindo que essas datas devem ser anunciadas nas próximas horas.

Questionado sobre essas datas de pagamento, em live realizada nessa terça, o presidente da Caixa disse que não anteciparia detalhes dos acertos, que têm ocorrido, segundo ele, via intensas conversas há pelo menos três dias. Ele adiantou, contudo, que haverá mudanças em relação ao primeiro pagamento.

A primeira parcela do benefício emergencial começou há quase um mês, mas ainda não foi concluída porque a Dataprev ainda está analisando os dados cadastrais de milhões de brasileiros que pediram os R$ 600 pelo aplicativo da Caixa e porque o calendário dos saques em espécie só chegou à etapa final, nessa terça, com a liberação para retirada dos nascidos em novembro e dezembro. Ele acredita que o problema dos cadastros será resolvido automaticamente no pagamento da segunda parcela, visto que o governo terá os dados dos beneficiários com direito ao auxílio. Mas Guimarães defende mudanças em relação ao saque presencial. Os saques presenciais dos R$ 600 começaram na semana passada, provocando filas enormes nas agências. A Caixa admite que parte dessa aglomeração foi causada por problemas operacionais e pela necessidade das pessoas.

Problemas que, segundo o banco, estarão resolvidos na segunda parcela, seja por melhorias no aplicativo Caixa Tem ou porque o beneficiário saberá como funciona os mecanismos de acesso ao benefício emergencial.

“Esse próximo calendário terá mudanças em relação ao atual e são mudanças fáceis de serem atendidas”, reiterou Guimarães. O Ministério da Cidadania garantiu, na segunda-feira, que os dias de pagamento da segunda parcela do benefício emergencial serão anunciados em breve. Inicialmente, o governo informou que a segunda parcela do benefício emergencial seria paga a partir de 27 de abril, mas vem adiando desde então.

Funerária de BH recebe 73 corpos em 72h; sintomas do Covid-19 estão entre causas de mortes

IMAGEM_NOTICIA_5 (7)

Um fato incomum foi constatado em uma funerária de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, no último final de semana. O estabelecimento recebeu 73 cadáveres entre a sexta-feira (20) e a noite de domingo (22). Conforme apurado pelo jornal Correio Braziliense, os laudos cadavéricos de pelo menos 23 corpos indicam como causa da morte problemas respiratórios graves, como “insuficiência respiratória aguda”, “pneumonia crônica” e “pneumonia aspirativa”, sintomas também associados ao novo coronavírus. No entanto, dados do governo não citam mortos por Covid-19 no estado.

 

A reportagem teve acesso a um boletim de ocorrência policial que conta uma denúncia anônima que a funerária havia recebido 41 corpos em 48 horas, e também a existência de aglomeração de pessoas no local. A matéria indicam que na funerária os policiais confirmaram a informação, e em contato com o gerente do estabelecimento receberam as informações sobre os demais corpos. :: LEIA MAIS »

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia