WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
afrojapa

radio up

iris calcados
abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

:: ‘Brasil’

Vacina Brasileira: Butantan prevê 40 milhões de doses da Butanvac a partir de julho

Pedido para início dos estudos clínicos deve ser feito ainda hoje

Vacina Brasileira: Butantan prevê 40 milhões de doses da Butanvac a partir de julho

Após o anúncio da Butanvac, vacina brasileira produzida pelo Instituto Butantan, uma entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira (26) deu mais detalhes sobre o imunizante. Um pedido à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) será feito ainda hoje para iniciar os estudos clínicos com voluntários.

“Protocolaremos esse material ainda hoje e vamos dialogar intensamente com a Anvisa para que ela perceba a importância da autorização do início desses estudos clínicos o mais rapidamente possível, para que possamos em um mês e meio, dois meses e meio, terminar essa fase de avaliação clinica e iniciar a produção”, afirmou o diretor do Instituto, Dimas Covas.

A expectativa é que, uma vez obtida a autorização, os testes possam ser iniciados em abril. Desta forma, a produção em massa do imunizante teria início ainda em maio.

Segundo Dimas Covas, os primeiros estudos da vacina começaram a ser feitos há exatamente um ano, em março de 2020. O imunizante foi desenvolvido com matéria-prima brasileira e utiliza tecnologia similar à usada na vacina da gripe.

“Essa vacina será integralmente produzida aqui, nós não dependeremos de nenhum insumo, da importação de nenhum insumo, é uma tecnologia que já existe. Essa tecnologia é a mesma que é usada para a produção da vacina da gripe”, disse.

Resumo:

  • Obtida a autorização da Anvisa, testes começam em abril
  • Produção começa em maio e 40 milhões de doses podem ser entregues a partir de julho
  • Entregas serão feitas até o fim de 2021
  • A vacina será 100% brasileira
  • Pesquisa começou há exatamente um ano, no dia 26 de março de 2020
  • Butantan já tem em mãos os lotes necessários para começar os estudos clínicos
  • Tecnologia é a mesma da vacina da gripe, mais barata do que as outras vacinas anti-covid
  • Além de ser mais barata, tecnologia permite vacinação em apenas uma dose
  • Pedido de autorização se refere às fases 1 e 2 de testes da vacina, nas quais serão avaliadas segurança e capacidade de promover resposta imune com 1.800 voluntários.
  • Na fase 3, até 9.000 pessoas irão participar e a etapa vai estipular a eficácia.

Bolsonaro muda de ideia e vai se vacinar contra covid-19, diz site

Presidente tem 66 anos e faz parte do grupo de risco

Bolsonaro muda de ideia e vai se vacinar contra covid-19, diz site

Após afirmar que não se vacinaria contra a covid-19, e que somente um “imbecil” ou “idiota” o criticaria por isso, Bolsonaro mudou de ideia. Segundo o Blog do Camarotti, do site G1, o presidente afirmou a um interlocutor que pretende se imunizar contra o vírus.

Lembrando que Bolsonaro tem 66 anos, o que coloca como grupo de risco. A idade dele está prestes a ser atingida nas vacinações em algumas capitais – em Salvador, por exemplo, esta faixa etária será contemplada neste domingo (28).

A decisão do presidente de se vacinar foi vista por pessoas próximas como uma mudança de comportamento, num momento em que ele tem sido cobrado a dar uma guinada em relação ao enfrentamento da pandemia.

Assessores de Bolsonaro já têm o aconselhado há várias semanas para que ele realize o gesto público de tomar o imunizante. O chefe do Executivo, num primeiro momento, mostrou forte resistência. Mas, ao ver sua popularidade cada vez mais desgastada, está mudando o comportamento.

Além da vacinação, o presidente também está revendo algumas posturas sobre temas relacionados à pandemia, como o uso de máscaras em local público e afirmar que irá garantir imunizantes para toda a população.

Correio da Bahia

Ministério muda previsão e Brasil vai receber quase 10 mi de vacinas a menos em abril

Ministério muda previsão e Brasil vai receber quase 10 mi de vacinas a menos em abril

Foto: Rodrigo Nunes/MS

A previsão de chegada de novas doses de vacina contra a Covid-19 no Brasil mudou novamente. O Ministério da Saúde reduziu a previsão de imunizantes que serão entregues pelos fabricantes em abril, de acordo com novo cronograma disponível na plataforma “Localiza SUS”.

Anteriormente, em 15 de março, a pasta estimava receber 57.179.258 doses até 30 de abril. O arquivo foi atualizado e o país espera receber neste prazo 47.329.258.

A mudança significa que o Ministério deve receber 9,85 milhões de doses a menos no próximo mês, destaca reportagem do G1.

Bahia Notícias

Após recorde de mortes, Bolsonaro anuncia comitê de crise contra Covid

Bolsovid

Após o país registrar 3 mil mortes por Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, em 24 horas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a criação de um comitê para acompanhar os desdobramentos da pandemia no país.

O recorde inédito desde o início da crise sanitária no Brasil foi tema de reunião entre Bolsonaro, os presidentes da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luís Fux, ministros e governadores.

“Fizemos reunião com todos os lideres da República com a intenção de minimizarmos os efeitos da pandemia. Resolvemos que será criada uma coordenação conjunta aos governadores. Da nossa parte, o comitê se reunirá toda semana para debater o combate ao coronavírus”, destacou Bolsonaro.

A declaração representa uma mudança de postura do governo federal, que durante a pandemia renegou medidas de controle, como uso de máscara e distanciamento social.

Nesta terça-feira, 23, Bolsonaro fez um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão defendendo a vacinação em massa.

A Tarde

Petrobras reduz preço de gasolina e diesel nas refinarias

Vitor Abdala | Agência Brasil

posto_de_combustival

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira, 24, uma redução de R$ 0,11 nos preços do litro da gasolina e do óleo diesel em suas refinarias. A partir de quinta-feira, 25, o preço médio do litro da gasolina passará a custar R$ 2,59, uma queda de 4%.

Já o litro do diesel teve uma redução de 3,8% e passará a custar, a partir de amanhã, R$ 2,75, segundo informações divulgadas pela empresa.

A nota divulgada pela Petrobras reforça que a companhia baseia os preços dos combustíveis em variações no mercado internacional e na taxa de câmbio. O preço para o consumidor final, no entanto, ainda sofre o acréscimo de impostos, da mistura obrigatória de etanol e das margens das distribuidoras e postos de combustíveis.

Auxílio emergencial: pagamento deve começar até o dia 6 de abril, diz ministro

 

Ele admitiu que o valor do benefício é insuficiente para a subsistência das famílias, mas disse que este foi o valor “viável

Mesmo com o avanço da pandemia de Covid-19, o novo auxílio emergencial só deve começar a ser pago em 13 dias, entre 5 e 6 de abril. O ministro da Cidadania, João Roma Neto, disse, em entrevista a uma rádio baiana, que o calendário vai ser divulgado até o início da semana que vem. Segundo ele, deverão ser beneficiados 45,6 milhões de pessoas. Ele admitiu que o valor do benefício é insuficiente para a subsistência das famílias, mas disse que este foi o valor “viável”.

“O calendário do pagamento nós vamos divulgar até o início da próxima semana, mas já posso antecipar que o pagamento ocorrerá a partir do início do mês de abril. Aproximadamente entre 5 e 6 de abril, nós já buscamos viabilizar o início do pagamento do auxílio emergencial”, disse João Roma Neto, em entrevista a uma rádio baiana nesta segunda-feira. Os primeiros contemplados deverão ser os trabalhadores informais e desempregados inscritos pelo site e no Cadastro Único (Cad. Único), e em seguida os beneficiários do Bolsa Família.

Ainda de acordo com o ministro, as 45,6 milhões de famílias que devem ser beneficiadas pelo novo auxílio emergencial receberão a ajuda ainda no mês de abril. O número representaria um corte de pelo menos 13 milhões de beneficiários em relação ao total de pessoas alcançadas pelo programa em dezembro do ano passado — o número ultrapassou 58 milhões de pessoas —, e que poderiam receber nesta nova rodada.

O novo auxílio emergencial será pago ao longo de quatro meses, de abril a julho. Roma Neto admitiu, ainda, que os valores do novo auxílio emergencial, que vão de R$ 150 a R$ 375, “não são suficientes” para garantir a subsistência dos brasileiros. Porém, pontuou que esses foram os valores “viáveis” neste ano.

Ibahia

Ministro do STF nega pedido de Bolsonaro contra medidas de isolamento na Bahia

Decisão de Marco Aurélio também se estende a Distrito Federal e Rio Grande do Sul

Ministro do STF nega pedido de Bolsonaro contra medidas de isolamento na Bahia

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), rejeitou o pedido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para derrubar os decretos dos governos da Bahia, Distrito Federal e Rio Grande do Sul que instituíram medidas de isolamento social para conter o agravamento da pandemia de covid-19. As informações são do portal G1.

:: LEIA MAIS »

Bolsa Família inicia pagamentos a 14,52 milhões de famílias

Fonte: Brasil 61

O Programa Bolsa Família deu início aos pagamentos de março nesta última quinta-feira (18). Serão contempladas mais de 14,52 milhões de famílias, com um valor total de repasses de R$ 2,7 bilhões e benefício médio de R$ 186,49.

Esse mês de março registrou a maior folha de beneficiários do programa, com 300 mil novas adesões em relação a fevereiro. Os pagamentos têm início pelos beneficiários com o Número de Identificação Social (NIS) final 1, seguindo até o dia 31, quando são contemplados aqueles com número final 0.

A região Nordeste é a que possui o maior número de famílias atendidas. São mais de 7 milhões de beneficiários do programa, e três estados possuem mais de 1 milhão de contemplados. A lista segue com o Sudeste, 3,9 milhões, o Norte, 1,79 milhão, o Sul, 948 mil, e o Centro-Oeste, 702 mil.

Os estados da Bahia, Pernambuco e Ceará concentram mais famílias do Bolsa Família do que toda a região Centro-Oeste ou Sul, por exemplo.

Brasil tem mais de 15 mil mortes pela Covid em uma semana, a pior da pandemia

Brasil tem mais de 15 mil mortes pela Covid em uma semana, a pior da pandemia

Foto: Amazônia Real

Em uma semana, da última segunda (15) a este domingo (21), morreram 15.788 pessoas por Covid-19 no Brasil. É a pior semana desde o início da pandemia, há pouco mais de um ano, e a terceira seguida de recorde. Na última terça (16), o país teve seu pior dia até aqui, com o registro de 2.798 mortes.

Somente nas últimas 24 horas, as secretarias estaduais de Saúde contabilizaram 1.259 mortes, e a média móvel de sete dias de óbitos pela doença chegou a 2.255, o 23º recorde seguido.

Na semana passada, de 8 a 14 de março, foram 12 mil óbitos, e na anterior, de 1º a 7 de março, outros 10.500. O país acumula 294.115 vítimas da Covid desde o início da pandemia.

O país também teve 47.107 casos de Covid, e chegou a 11.996.442 pessoas infectadas. O recorde de casos em 24 horas ocorreu na última quarta (17), 90.830 infecções.

Os dados brasileiros são os aferidos pelo consórcio de veículos de imprensa integrado por Folha, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 e coletados até as 20h com as secretarias de Saúde dos estados.

O país vive o pior momento da pandemia, sem sinais de arrefecimento da situação no horizonte.

O consórcio de imprensa também atualizou as informações repassadas sobre a vacinação contra a Covid-19 por 16 estados e pelo Distrito Federal.

Já foram aplicadas no total 15.966.084 doses de vacina (11.805.991 da primeira dose e 4.160.093 da segunda dose), de acordo com as informações disponibilizadas pelas secretarias de Saúde.

Isso significa que somente 7,34% dos brasileiros maiores de 18 anos tomaram a primeira dose e só 2,5%, a segunda.

Nas últimas 24 horas, 84.634 pessoas tomaram a primeira dose da vacina e 19.984, a segunda.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes.

Nascidos em maio podem atualizar dados no Caixa Tem nesta segunda-feira (22)

Procedimento pode ser feito totalmente pelo celular

Wellton Máximo, da Agência Brasil

auxilio-1

Às vésperas de retomar o pagamento do auxílio emergencial, a Caixa Econômica Federal convida os usuários do aplicativo Caixa Tem a atualizar os dados cadastrais no aplicativo. Clientes nascidos em maio podem fazer o procedimento a partir de hoje (22).

A atualização é feita inteiramente pelo celular, bastando o usuário seguir as instruções do aplicativo, usado para movimentar as contas poupança digitais. Segundo a Caixa, o procedimento pretende trazer mais segurança para o recebimento de benefícios e prevenir fraudes.

 Ao entrar no aplicativo, o usuário deve acessar a conversa “Atualize seu cadastro”. Em seguida, é necessário enviar uma foto (selfie) e os documentos pessoais (identidade, CPF e comprovante de endereço).

[[siaba_mais]]

O calendário de atualização seguirá um cronograma escalonado, conforme o mês de nascimento dos clientes. O cronograma começou no último dia 14 para os nascidos em janeiro e encerrará em 31 de março, para os nascidos em dezembro.

No ano passado, a Caixa abriu mais de 105 milhões de contas poupança digitais, das quais 35 milhões para brasileiros que nunca tiveram contas em banco. Além do auxílio emergencial, o Caixa Tem foi usado para o pagamento do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEm).

Uma lei sancionada no fim de outubro autorizou a ampliação do uso das contas poupança digitais para o pagamento de outros benefícios sociais e previdenciários. Desde dezembro, os beneficiários do Bolsa Família e do abono salarial passaram a receber por essa modalidade.

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia