WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
afrojapa

radio up

iris calcados
abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

:: ‘Covid’

Fabricante da CoronaVac pode dobrar produção após receber meio bilhão de dólares

corona

A Sinovac Biotech recebeu um investimento de US$ 515 milhões para dobrar a capacidade de produção de sua vacina contra o coronavírus. A Sinovac é a empresa que fechou um acordo com o Instituto Butantan para o fornecimento de vacinas contra a covid-19, a CoronaVac.

O anúncio do investimento foi feito pela empresa chinesa nesta segunda-feira, 7, de acordo com o colunista do UOL Jamil Chade.

Num comunicado, a Sinovac explicou que pretende concluir as obras de uma segunda fábrica até o final de 2020, o que permitiria que a capacidade de produção das novas vacinas aumente de 300 milhões de doses por ano para 600 milhões de doses.

O anúncio ocorre depois que empresas ocidentais como a Pfizer e AstraZeneca proliferaram anúncios de acordos comerciais com diferentes governos, envolvendo a venda de suas futuras vacinas. Para garantir uma implementação rápida de sua vacina, a Sinovac já destinou doses para alguns países com os quais tem acordo.

Além do acordo com o estado de São Paulo, a empresa já entregou mais de um milhão de doses da vacina para a Indonésia neste fim de semana. Existem outros acordos ainda com a Turquia e Chile, além de negociações com as Filipinas.

A Tarde

Número de óbitos por covid-19 na Bahia aumenta 20% em dois meses

No geral, desde o início da pandemia, em março, Salvador foi a cidade baiana quem registrou a maior quantidade de mortes: 3.048, representando 36,5% do total no estado

Tribuna da Bahia, Salvador
07/12/2020 06:30 | Atualizado há 3 horas e 13 minutos

 Foto: Romildo de Jesus / Tribuna da Bahia / Arquivo


Por: Yuri Abreu

Em meio a uma segunda onda de covid-19 que, segundo disse o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, deve durar cerca de três semanas, os números com relação à doença no estado vem chamando a atenção há pelo menos um mês, tanto no aumento no número de casos, quanto de mortes pelo novo coronavírus, principalmente por conta de aglomerações percebidas em paredões e eventos eleitorais, com as pessoas não respeitando o distanciamento social e o uso de máscaras.

De acordo com dados da Sesab, entre os dias 6 de novembro e 6 de dezembro deste ano, houve uma elevação de 8,6% no número de mortes pelo novo coronavírus em toda a Bahia. Na primeira data, a quantidade de óbitos foi de 7.751 pessoas. Trinta dias depois, houve um acréscimo, chegando a 8.418 mortes. Se o período for estendido para o dia 6 de outubro, quando até ali tinham sido confirmados 6.980 óbitos, a elevação ultrapassa os 20,6%. Vale lembrar que, nas 24 horas entre as últimas sexta e sábado, foram registrados 30 óbitos.

No geral, desde o início da pandemia, em março, Salvador foi a cidade baiana quem registrou a maior quantidade de mortes: 3.048, representando 36,5% do total no estado. Na segunda colocação vem Itabuna, com 357, e depois Feira de Santana, com 323. Entre as cinco primeiras ainda estão os municípios de Ilhéus, com 258 óbitos e Vitória da Conquista, com 212 mortes pela doença. A taxa de letalidade, conforme o órgão estadual, está em 1,99%. Se a pesquisa levar em conta apenas as regiões, a Leste, onde está a capital baiana e boa parte da Região Metropolitana, também lidera, com 47%.

Com relação à faixa etária, os óbitos entre os homens com idade superior a 60 anos foram de 3.462 ao longo de todo este período, havendo, infelizmente, um equilíbrio entre aqueles que tinham entre 70 e 79 anos (1.186 óbitos) e os que estavam acima dos 80 anos (1.198 mortes). Já entre as mulheres, o maior índice, disparado, também eram entre as que tinham 80 anos ou mais: 1.230 óbitos. A taxa de letalidade nesta faixa etária também é considerada alta: 23,8%.

CASOS

Com relação à quantidade de casos confirmados da doença, a capital baiana ultrapassou, no último sábado, a marca dos 100 mil registros positivos de covid-19 – 100.651 para ser mais exato – respondendo por 24,08% no total de casos confirmados em toda a Bahia, que é de 423.124. Em segundo lugar vem Feira de Santana, com 19.742, Itabuna, com 14.964, Vitória da Conquista (12.393) e Lauro de Freitas (8.492).

Quanto ao gênero, as mulheres registraram a maior quantidade até agora: 54,38 contra 45,4% dos homens. Por idade, diferentemente dos óbitos, a maior quantidade está entre as pessoas com idades entre 30 e 39 anos: 103.193 casos, seguido pelos que tem entre 40 e 49 anos (83.594) e os que têm entre 20 e 29 anos (74.222). Atualmente, de acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia, em todo o estado há 11.736 casos ativos da doença.

Governo vai reabrir 170 leitos de UTI para covid-19 na Bahia

leitos

Mais 170 leitos de UTI para covid-19 serão reabertos na Bahia. Destes, 130 são em Salvador. As medidas foram anunciadas pelo secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas.

Os leitos de UTI serão abertos nos hospitais Espanhol (80), Ernesto Simões (30) e Couto Maia (20) e atenderão pacientes da capital e do interior, através do sistema de regulação. Além dos leitos da capital, a Sesab viabiliza a abertura de UTIs em Porto Seguro (10), Juazeiro (10) e Feira de Santana (20). Dos 170 leitos de UTI Covid-19 programados, 50 já foram abertos.

“O governador Rui Costa autorizou a Secretaria da Saúde do Estado a reabrir leitos que haviam sido desativados temporariamente, em unidades da capital e do interior, assim como ampliar os leitos do Hospital Espanhol para a capacidade máxima”, afirmou Fábio Vilas-Boas, em postagem no Twitter.

Também será ampliada a testagem e instituídos protocolos de segurança para o verão em todo o estado. Segundo informações da Secretaria estadual da Saúde (Sesab), kits de coleta do exame RT-PCR estão sendo distribuídos para todos os municípios fazerem busca ativa através do mapeamento de contactantes próximos de pessoas infectadas.

Correio da Bahia

Fabricante da CoronaVac pode dobrar produção após receber meio bilhão de dólares

vac

A Sinovac Biotech recebeu um investimento de US$ 515 milhões para dobrar a capacidade de produção de sua vacina contra o coronavírus. A Sinovac é a empresa que fechou um acordo com o Instituto Butantan para o fornecimento de vacinas contra a covid-19, a CoronaVac.

O anúncio do investimento foi feito pela empresa chinesa nesta segunda-feira, 7, de acordo com o colunista do UOL Jamil Chade.

Num comunicado, a Sinovac explicou que pretende concluir as obras de uma segunda fábrica até o final de 2020, o que permitiria que a capacidade de produção das novas vacinas aumente de 300 milhões de doses por ano para 600 milhões de doses.

O anúncio ocorre depois que empresas ocidentais como a Pfizer e AstraZeneca proliferaram anúncios de acordos comerciais com diferentes governos, envolvendo a venda de suas futuras vacinas. Para garantir uma implementação rápida de sua vacina, a Sinovac já destinou doses para alguns países com os quais tem acordo.

Além do acordo com o estado de São Paulo, a empresa já entregou mais de um milhão de doses da vacina para a Indonésia neste fim de semana. Existem outros acordos ainda com a Turquia e Chile, além de negociações com as Filipinas.

A Tarde

Mundo ultrapassa 65 milhões de casos registrados de coronavírus

Por AFP

mundo

Mais de 65 milhões de casos do novo coronavírus foram registrados no mundo desde o início da pandemia de covid-19, de acordo com um balanço da AFP que tem como base os números oficiais dos países.

Do total de contágios, mais de 1,5 milhão resultaram na morte dos pacientes.

Nesta sexta-feira às 7H50 GMT (4H50 de Brasília) o balanço mundial alcançou 65.084.394 casos. A alta no número de contágios se deve em parte ao aumento dos testes de diagnóstico, mas fundamentalmente à segunda onda que afeta a Europa e os Estados Unidos.

A Europa, com 19 milhões de casos registrados (e mais de 430.000 mortes por covid-19) é a região com o maior número de contágios. Na última semana foram contabilizados 1,7 milhão de novos contágios no continente, que inclui 52 países.

Estados Unidos superam 14 milhões de casos e mais de 276.000 mortes.

Na quinta-feira, a maior potência do planeta registrou mais de 210.000 novos casos, um recorde desde o início da pandemia, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

América Latina e Caribe registram 13,3 milhões de casos e 453.974 vítimas fatais; Ásia, 12,6 milhões de contágios e 197.559 mortes; Oriente Médio, 3,4 milhões de casos (80.163 mortes); África, 2,2 milhões de contágios (52.825 mortes); e Oceania, 30.388 casos (942 vítimas fatais).

A Tarde

Vacinas contra Covid-19 serão transportadas em contêineres super isolantes

Por Jean-Philippe Lacour | AFP

vacina-1

A Tarde

À primeira vista parecem caixas comuns, mas contêm uma proeza tecnológica: os contêineres da empresa alemã Va-Q-Tec, com grande eficiência no isolamento térmico, que transportarão as vacinas contra a covid-19 pelo planeta.

:: LEIA MAIS »

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia