WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
afrojapa

sindy mega radio

iris calcados
janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

:: ‘Notícia’

Estado de saúde do perfeito Herzem Gusmão apresenta boa evolução

Em áudio divulgado na noite desta segunda-feira (11), nas redes oficiais do prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, o filho do prefeito, Danilo Gusmão que é médico e acompanha o pai que está internado no Hospital Sírio Libanês desde o dia 26 de dezembro, atualizou o estado de saúde o do pai.

Segundo doutor Danilo, Herzem apresenta boa evolução clínica, precisando de menos oxigênio através do cateter. A equipe médica discute, inclusive, a transferência do paciente da UTI para a semi-intensiva.

Ainda segundo o áudio disponibilizado, Herzem aproveita a oportunidade para agradecer as orações que têm recebido, disse estar confiante e sustentado pela sua fé em Deus, e que acredita em seu pleno estabelecimento e em breve retornará para suas atividades em Vitória da Conquista.

Conquista: Prefeitura realiza 22ª convocação da Seleção Semdes

A Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio das secretarias municipais de Administração e de Desenvolvimento Social, publicou, nesta sexta-feira (8), o Edital para a 22ª  convocação dos candidatos aprovados na Seleção Pública Simplificada nº 02/2018; para contratação, por tempo determinado, do Programa de Serviço Único de Assistência Social (Suas), pela ordem de classificação, para apresentação da documentação e realização dos exames admissionais.

Os candidatos aprovados deverão comparecer à Gerência de Gestão de Pessoas, situada na Praça Joaquim Correia, 21, Centro, nesta cidade, das 8h30 às 11h, nas datas a seguir:

…Leia na íntegra

Blog da Resenha Geral

Aos prantos, Henri Castelli desabafa sobre grave agressão que sofreu no fim do ano

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Nesta segunda-feira (11), Henri Castelli usou seu perfil no Instagram para revelar que foi agredido e mostrou os ferimentos. Na última semana de 2020, rumores da situação ganharam a internet, mas o ator, de 42 anos, por meio da assessoria, negou e chegou a dizer que tinha se machucado na academia.

“Anunciaram há pouco que eu entrei numa briga em Alagoas, o que não é verdade. Foi muito triste o que aconteceu comigo. Vocês devem ter visto que eu dei entrada na Santa Casa de Alagoas no final do ano por ocasião de um acidente na academia. Mas a verdade é que não foi um acidente e não foi na academia. Eu fui agredido covardemente, sem que eu pudesse reagir ou me defender”, iniciou o relato.

 “Eu estava com alguns amigos e, do nada, fui puxado pelas costas, pelo pescoço, jogado no chão e fui agredido. Vítima de socos e chutes no rosto, que levaram a uma fratura exposta na minha mandíbula. A impressão que eu tinha é de que minha boca estava pendurada naquele momento”, continuou.

“Os vídeos serão juntados ao processo. O médico e sua equipe optaram por amarrar a minha boca com um fio de aço para que eu fizesse a cirurgia em São Paulo e pudesse cumprir meus compromissos de trabalho”, acrescentou o ator, que explicou que a versão da academia era para não assustar seus familiares. Henri fez uma denúncia na delegacia e passou por exames de corpo de delito.

 Ele exibiu as sequelas e declarou: “Fiquei com muito medo de ficar com sequelas pra sempre. Minha boca ainda tá torta, e ainda está muito inchado, muito roxo”.

Após anúncio, Rui Costa oficializa troca no comando geral da Polícia Militar

Após anúncio, Rui Costa oficializa troca no comando geral da Polícia Militar

Coronel Paulo Coutinho | Foto: Alberto Maraux/ SSP-BA

A mudança feita pelo governador Rui Costa (PT) no comando da Polícia Militar baiana foi oficializada em publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (12). O decreto traz a exoneração do coronel PM Anselmo Brandão, que estava há seis anos no posto, e a nomeação do também coronel Paulo José Reis de Azevedo Coutinho para sucedê-lo.

Coutinho foi anunciado no cargo pelo próprio governador, na segunda (11), confirmando uma informação publicada anteriormente pelo Bahia Notícias (veja aqui). Essa mudança se une a outras já feitas na alta cúpula da segurança na Bahia.

Desde que o agora ex-secretário de Segurança, Maurício Barbosa, foi alvo da Operação Faroeste, o governador Rui Costa nomeou um novo chefe para a pasta, o juiz federal aposentado Ricardo César Mandarino Barreto, alterou o comando da Polícia Civil, agora sob Heloísa Campos Brito, Hélio Jorge Paixão passou a ser o subsecretário e, no fim de semana, o petista nomeou um novo superintendente de Inteligência, o delegado Ivo Carvalho Tourinho (saiba mais aqui e aqui).

O antigo titular do cargo era Rogério Magno de Almeida Medeiros, também citado na Faroeste  investigação que apura a prática de venda de sentenças relacionadas à disputa de terras no Oeste da Bahia. Mas, diferente de Barbosa, que teve seu afastamento das funções determinado por um ano, Medeiros não foi alvo da operação (saiba mais aqui e aqui).

COMANDO REGIONAL

Com Paulo José Coutinho agora oficialmente comandante-geral, o posto antes ocupado por ele, o de comandante de Policiamento Regional da Capital, será assumido pelo subcomandante da área, o tenente-coronel PM Samuel Santos Moreno. A cerimônia de posse deles será na próxima

Atual comportamento da pandemia impede realização do Enem, defende Vilas-Boas

Atual comportamento da pandemia impede realização do Enem, defende Vilas-Boas

Foto: Paulo Victor Nadal / Bahia Notícias

Com a proximidade da realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para os próximos dois domingos (17 e 24), a pressão para adiamento da prova aumenta. Estados brasileiros estão em meio ao agravamento da pandemia da Covid-19, com altos índices de novos casos, mortes e internações. Nesta terça-feira (12), o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, usou as redes sociais para apoiar o movimento que pede um novo adiamento das provas. 

O Enem acontecerá presencialmente, apesar da pressão de entidades médicas, políticos, associações científicas e estudantes por uma nova mudança na data das provas. 

Inicialmente o Enem estava agendado para novembro de 2020.

O titular da Sesab fez uma publicação no Twitter em que argumenta que o comportamento da pandemia em todo o Brasil impede que o exame seja realizado.  

“O comportamento assimétrico e de franca expansão da pandemia no Brasil impede a realização do ENEM na data de 17 de janeiro de 2021. Em praticamente todos os Estados do Brasil diversas regiões de saúde apresentam alto risco de transmissão da COVID-19”, publicou Vilas-Boas. 

Ele seguiu afirmando que “diante do iminente inicio do processo de vacinação da população brasileira entendemos ser oportuno e necessário prorrogar a realização do exame”. Fábio Vilas-Boas concluiu a publocação usando a hashtag #adiaenem.  

Além do secretário da Saúde da Bahia, senadores e deputados baianos têm se manifestado a favor do adiamento da prova. 

Por sua vez, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação e responsável pelas provas, não pretende mudar as datas.

Trabalhadores da Ford fazem protesto na sede da montadora em Camaçari

Milhares de trabalhadores da Ford estão reunidos na sede da montadora, em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, na manhã desta terça-feira (12). Eles protestam pelo fechamento das fábrica em todo país, anunciadas pela marca nessa segunda (11).

Trabalhadores da Ford fazem protesto na sede da montadora em Camaçari

(Foto: Tiago Caldas/CORREIO)

:: LEIA MAIS »

Enem terá regras para evitar contágio pelo novo coronavírus; veja quais

Mariana Tokarnia, da Agência Brasil

enem

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 devem estar atentos às regras para evitar o contágio pelo novo coronavírus. As medidas que devem ser adotadas tanto na aplicação do Enem impresso quanto do Enem digital estão previstas nos editais dos exames, e o descumprimento poderá levar inclusive à eliminação dos candidatos.

 A máscara de proteção facial será item obrigatório nesta edição do Enem. Além de precisar apresentar um documento oficial original com foto e de ter uma caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, quem não estiver de máscara não poderá fazer a prova.

Dentro de sala, os estudantes deverão permanecer com a máscara durante toda a realização do exame. O edital prevê que a máscara deve ser usada da maneira correta, cobrindo o nariz e a boca. Caso isso não seja feito, o participante será eliminado. Os candidatos poderão levar máscaras para trocar durante a aplicação, seguindo a recomendação de especialistas da área de saúde.

O equipamento de proteção poderá ser retirado apenas para a identificação dos participantes, para comer e beber. Toda vez que retirarem a máscara, os participantes não devem tocar na parte frontal dela, e devem, em seguida, higienizar as mãos com álcool em gel próprio ou fornecido pelo aplicador. As mãos devem ser higienizadas também quando os participantes forem ao banheiro e no decorrer do exame.

 Outra regra é o distanciamento social. As salas, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), estarão dispostas de forma a assegurar a distância entre os participantes.
 Quem for diagnosticado com covid-19 ou apresentar sintomas da doença, ou de outra infectocontagiosa até a realização do exame deve comunicar o Inep pela Página do Participante e pelo telefone 0800 616161. Esses candidatos terão direito de participar da reaplicação do Enem nos dias 23 e 24 de fevereiro.

 

Calor e ar condicionado: combinação pode ser vetor de contaminação pela covid-19

Infectologistas recomendam a procura por outras maneiras para aliviar a alta temperatura no verão

ar

Como de costume, o verão baiano trouxe junto um calorão que faz a gente suar poucos minutos depois de um bom banho ou de colocar o pé para fora de casa. As estratégias para fugir da sensação térmica são as mesmas.  Além das praias, os baianos procuram lugares com ar condicionado para evitar agonia que é permanecer em uma temperatura tão alta.

:: LEIA MAIS »

Bahia é o segundo estado com menos mortes por covid-19 por 100 mil habitantes

Quanto ao número total de casos o estado ocupa a sétima posição.

Tribuna da Bahia, Salvador
11/01/2021 06:30 | Atualizado há 2 horas e 46 minutos

 Foto: Reuters / Pilar Olivares / Direitos Reservados


Por Yuri Abreu

Se o número de casos e de mortes pelo novo coronavírus na Bahia vem crescendo desde o final do novembro, quando do período eleitoral, o estado, em comparação com outras unidades federativas, vem apresentando índices satisfatórios com relação a quantidade de óbitos e registros positivos da doença, quando o enfoque é dado a parcela de pessoas infectadas a cada 100 mil habitantes.

Conforme os dados do site Brasil.io e que tem como base as secretarias estaduais de Saúde dos 26 estados e do Distrito Federal – os dados são do dia 9 de janeiro, a Bahia é o sétimo com relação ao número de casos por 100 mil habitantes. Foram 3.424 até a noite do último sábado, o que deixa o estado atrás de Pernambuco (2.401), Rio de Janeiro (2.648), Minas Gerais (2.761), Maranhão (2.838), Alagoas (3.226) e São Paulo (3.328). Neste ranking, o primeiro lugar é de Roraima, com 11.048 mortes a cada 100 mil habitantes.

Por outro lado, quanto ao número de mortes, também dentro do mesmo índice, a Bahia ocupa a segunda colocação, com 62,9 óbitos, atrás apenas do estado de Minas Gerais, que possui 59,15 a cada 100 mil habitantes. Os três primeiros colocados nesta triste estatística, por outro lado, são o Rio de Janeiro, com 153,77 mortes, Distrito Federal (142,42 óbitos) e o Amazonas – que atualmente vive uma das realidades mais dramáticas do país pela covid-19 –, com 134,73 mortes a cada 100 mil habitantes.

Porém, se forem considerados os números absolutos de casos e mortes do coronavírus, a Bahia sobe muitas posições em ambos os rankings. No primeiro, os 511.192 registros positivos da doença fazem com que o estado fique atrás apenas de São Paulo (1.540.513 casos), Minas Gerais (567.868) e Santa Catarina (518.805). Nos óbitos, a unidade da federação está em sétimo, com 9.392. À frente da Bahia, aparecem os estados de São Paulo (48.298 mortes), Rio de Janeiro (26.704), Minas Gerais (12.594), Ceará (10.150), Pernambuco (9.826) e Rio Grande do Sul (9.413).

BOLETIM

Em boletim divulgado ontem, a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) informou que, nas últimas 24 horas, foram 1.649 casos de Covid-19 (taxa de crescimento de +0,3%) e 1.570 recuperados (+0,3%). Dos 512.841 casos confirmados desde o início da pandemia, 6.875 encontram-se ativos. Os casos confirmados ocorreram em 417 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (22,37%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100 mil habitantes foram: Ibirataia (10.514,63), Muniz Ferreira (8.636,49), Conceição do Coité (8.533,00), Jucuruçu (8.163,49) e Pintadas (8.096,20).

Quanto ao número de óbitos, o boletim deste domingo do órgão estadual contabilizou 32 mortes, que ocorreram em datas diversas – 25 desde o dia 1º de janeiro. desde o início da pandemia, o número total de óbitos pelo novo coronavírus, no estado é de 9.424, representando uma letalidade de 1,84%. Dentre os óbitos, 56,48% ocorreram no sexo masculino e 43,52% no sexo feminino.

Em relação ao quesito raça e cor, 55,03% corresponderam a parda, seguidos por branca com 19,26%, preta com 14,71%, amarela com 0,66%, indígena com 0,13% e não há informação em 10,22% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 70,85%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (73,61%).

 

 

 

Brasil tem 8,10 milhões de casos de covid-19 e 29,7mil nas últimas 24h

Total de pessoas recuperadas da doença chega a 7,16 milhões

Tribuna da Bahia, Salvador
10/01/2021 21:58 | Atualizado há 11 horas e 14 minutos

 Foto: Reginaldo Ipê / Tribuna da Bahia


O balanço divulgado neste domingo (10) pelo Ministério da Saúde registra 29.792 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 8.105.790 pessoas infectadas pela doença desde o início da pandemia.

Segundo o Ministério da Saúde, de ontem até às 18h de hoje (10) foram confirmadas 469 mortes em decorrência de complicações causadas pelo vírus. Com isso, o total de pacientes que perderam a vida chega 203.100 pessoas.

Ainda, de acordo com o ministério, 7.167. 651 pessoas (88,4%) já se recuperaram da covid-19. Outras 735.039 (9,1%) estão em acompanhamento e 2.603 casos continuam sendo investigados.

O balanço do ministério é feito a partir de registros reunidos pelas secretarias estaduais de Saúde e enviados à pasta para consolidação.

Covid-19 nos estados

São Paulo se mantém com o maior número de casos no país e chegou hoje (10) a 1.546.132 pessoas contaminadas, com 48.351 óbitos. Os outros estados com maior número de casos no país são Minas Gerais (592.311), Santa Catarina (520.577) e Bahia (512.841). Já o Acre tem o menor número de casos (43.127), seguido de Roraima (69.732) e Amapá (70.902).

Fonte: Agência Brasil

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia