WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
afrojapa

radio up

iris calcados
abril 2021
D S T Q Q S S
« mar    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

:: ‘Saúde’

Alemanha, França e Itália suspendem aplicação de vacina da AstraZeneca

Motivo da suspensão foram relatos de efeitos colaterais adversos após a aplicação do imunizante; Espanha também se juntou à lista

Alemanha, França e Itália suspendem aplicação de vacina da AstraZeneca

Três dos principais países da União Europeia, a França, a Itália e a Alemanha anunciaram nesta segunda-feira (15) a suspensão do uso da vacina da AstraZeneca/Oxford contra a covid-19.

O motivo para a interrupção das aplicações com o imunizante anglo-sueco são os relatos de formação de coágulos em pessoas que foram vacinadas.

A suspensão deverá se manter até que a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) se posicione sobre a utilização da vacina.

“A decisão foi tomada (…) de suspender a vacinação da AstraZeneca por precaução e esperamos retomá-la rapidamente se a recomendação da EMA permitir”, disse Emmanuel Macron, presidente da França.

Outros países europeus, como Dinamarca, Noruega e Islândia também suspenderam o uso da vacina da AstraZeneca.

O Brasil ainda não confirmou oficialmente casos de coágulos em pessoas que foram imunizadas com a vacina, logo, não emitiu nenhum posicionamento sobre uma possível suspensão do uso.

Atualização às 13h45: a Espanha foi mais um país europeu que anunciou a suspensão das aplicações da vacina contra o coronavírus da Universidade de Oxford/AstraZeneca.

Governo autoriza reajuste de até 4,88% no preço de medicamentos

remedio

A Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) autorizou o reajuste anual de até 4,88% sobre os preços dos remédios, apesar da crise econômica causada pela pandemia do coronavírus.

A decisão foi tomada em reunião extraordinária do comitê técnico-executivo da CMED, realizada na última sexta-feira, 12, e publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta segunda-feira, 15.

A CMED é o órgão responsável pela regulação econômica do mercado de medicamentos no Brasil, e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) exerce o papel de secretaria-executiva.

A câmara estabelece limites para preços de medicamentos no país. Logo, farmácias, drogarias, laboratórios, distribuidores e importadores não podem cobrar pelos medicamentos preço acima do permitido.

Em março do ano passado, com o estopim da pandemia, o governo federal anunciou o adiamento por 60 dias do reajuste anual. Após dois meses, a CMED autorizou o aumento dos preços dos remédios em até 5,21%.

A Tarde

Internado com a Covid-19, Herzem Gusmao tem piora no estado de saúde

herzem

O prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão (MDB), teve uma piora no estado de saúde na manhã desta sexta-feira,12. Herzem está internado desde o ano passado, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. Em nota da assessoria do prefeito, nas redes sociais, Herzem “apresentou evolução desfavorável com necessidade de intubação”.

Nota da assessoria:

Como é do conhecimento de todos, o prefeito Herzem Gusmão precisou ser transferido para a UTI do Hospital Sírio Libanês no último sábado (06). Ele estava com um quadro clínico estável, mas nas últimas 12 horas apresentou evolução desfavorável com necessidade de intubação que ocorreu às 11h desta sexta-feira (12).

Os filhos seguem em viagem a São Paulo na tarde desta sexta-feira para acompanhar o tratamento do pai que, no momento, está na companhia da primeira dama Luci Freire Gusmão.

A família agradece as orações de todos e pede que a população continue intercedendo pela recuperação do prefeito

A Tarde

Itabuna: Prefeitura decreta calamidade pública em enfrentamento à Covid-19

por Francis Juliano

Itabuna: Prefeitura decreta calamidade pública em enfrentamento à Covid-19

Foto: Reprodução / Políticos do Sul da Bahia

A prefeitura de Itabuna, no Sul, decretou estado de calamidade pública no município devido à pandemia do novo coronavírus. A medida foi homologada pelo prefeito Augusto Castro nesta quarta-feira (10). Com prazo de 180 dias, a prefeitura informou que o decreto leva em consideração vários fatores.

A gestão alega queda na arrecadação do munícipio devido à paralisação de diversas atividades e crise da economia local, necessidade de intensificar as medidas de enfrentamento à pandemia e o fato de outra condição, o decreto de emergência, não ser suficiente devido ao limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que é de 54% em gastos com pessoal.

A baliza impediria contratações que seriam necessárias para reforço das medidas de controle da Covid-19. Sem limite de gasto definido, a condição de calamidade pública exige foco nas despesas, com a prestação de contas depois (lembre aqui). Vale lembrar que o decreto de calamidade pública em Itabuna só se torna legal porque o estado estendeu a medida no âmbito de toda a Bahia até 30 de junho.

Caso não houvesse o decreto estadual, a prefeitura teria de pedir autorização à Assembleia Legislativa da Bahia. No último boletim da prefeitura, divulgado nesta quarta, o município acumulava 24.474 casos confirmados de Covid-19, destes 489 ativos, e 444 óbitos provocados.

Estado recebe mais 178 mil doses de vacina contra Covid-19 até esta quarta

Rodrigo Aguiar

rui 2

O governador Rui Costa anunciou na noite desta terça-feira, 9, que mais 178,6 mil doses de vacina contra a Covid-19 chegarão à Bahia até esta quarta-feira, 10, e serão distribuídas para todo o estado.

Em transmissão nas redes sociais, Rui disse também ter negociações avançadas para a compra de doses da vacina russa Sputnik V, mas afirmou que depende de uma autorização explícita do Supremo Tribunal Federal (STF) para aplicação do imunizante.

“A quantidade depende da autorização. Há 10 dias, tínhamos falado em 5 ou 6 milhões. Mas mais de 40 países estão usando a Sputnik. Ninguém vai ficar parando esperando o Brasil comprar vacina”, declarou.

Sobre a possibilidade de ocorrer São João, o governador disse ser “pouco provável” a realização de festejos juninos, dado o ritmo lento de imunização.

Ainda na transmissão, o governador listou dois números que, segundo ele, comprovam a eficácia das medidas restritivas adotadas para conter o avanço do novo coronavírus.

“Uma semana antes [da adoção das medidas], a gente tinha crescido 10 mil casos ativos. Passamos de 10 mil para 20 mil casos ativos. Uma semana depois [das medidas], está no mesmo patamar de casos ativos. Parou de crescer e começou a cair. Além disso, a taxa de positividade dos exames era de 57%. Hoje, está em 47%. Conseguimos reduzir 10%. Quando a doença cresce, não é de vez. Quando cai, também. O início é sempre mais lento”, apontou.

CORONAVÍRUS Fiocruz prevê produção 1 milhão de vacinas por dia até final do mês

Ministro da Saúde fez visita técnica à fundação nesta segunda-feira

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) espera produzir um milhão de doses da vacina contra a covid-19 por dia até o final de março. A estimativa foi divulgada nesta segunda-feira (8), durante a visita técnica do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, quando foi anunciado o início da produção em larga escala.

 Durante o encontro, representantes da Fiocruz previram a entrega de 3,8 milhões de doses para o mês de março. A produção dos lotes de pré-validação e validação foram finalizadas no último domingo (7), com testes de consistência e estabilidade dentro dos parâmetros desejados. Esses lotes poderão ser incorporados ao Programa Nacional de Imunização (PNI), mediante aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Com o início da operação dessa primeira linha nesta segunda-feira, a Fiocruz iniciará o escalonamento gradual da produção.

“A primeira linha em funcionamento hoje está produzindo cerca de 300 mil doses por dia. Ainda esta semana, caso a produção ocorra dentro do previsto, uma segunda linha de produção deverá entrar em operação para aumentar a capacidade produtiva. A expectativa é chegar, até o final de março, com as duas linhas em funcionamento, com uma produção de cerca de um milhão de doses por dia”, informou a Fiocruz em nota publicada em sua página na internet.

 Anvisa

Nesta segunda-feira também foram enviados à Anvisa os documentos restantes para a obtenção do registro definitivo da vacina. A expectativa é de que o registro possa ser concedido ainda esta semana.

 “A Fiocruz se mantém ativa na busca por alternativas para o fornecimento de vacinas ao PNI. Até o momento, já foram fornecidas quatro milhões de doses produzidas pelo Instituto Serum e preparadas para distribuição pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz), das 12 milhões de doses já acordadas com a AstraZeneca. Além disso, a Fiocruz irá também apoiar tecnicamente o recebimento das vacinas da iniciativa do Covax Facility, o que poderá representar cerca de 2,9 milhões de doses de vacinas prontas ainda em março”, informou a Fiocruz.
 Segundo a fundação, cada lote de vacinas precisa passar por testes de controle de qualidade, que verificam a estabilidade e a esterilidade. Esses testes levam de 15 a 20 dias. Desta forma, as vacinas que serão produzidas esta semana serão liberadas em até 20 dias, a depender da conclusão dos testes.
 Até 31 de março, só poderão ser consideradas aptas para entrega ao PNI a produção realizada, no mínimo, 15 dias antes. As demais doses produzidas em março só serão entregues no mês seguinte. Em abril, já vai haver um fluxo contínuo de produção e entregas semanais das doses produzidas duas semanas antes.
Vladimir Platonow, da Agência Brasil

Campanha Nacional de vacina contra gripe começa na segunda quinzena de abril

Em Salvador, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda não foi informada sobre o planejamento da aplicação.

Por Cleusa Duarte

vacina covid

A campanha nacional de imunização contra o vírus da influenza vai começar na segunda quinzena de abril em todo o país, ao mesmo tempo em que é realizada a vacinação contra a Covid-19. Ainda não há estudos sobre a chamada coadministração das duas vacinas para saber como é a interação no organismo. De acordo com o Ministério da Saúde, a pasta adquiriu um quantitativo de 80 milhões de doses junto ao Instituto Butantan para a vacinação dos grupos prioritários. Em Salvador, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) ainda não foi informada sobre o planejamento da aplicação.

Em nota enviada a Tribuna da Bahia, o Ministério da Saúde informou que “a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza está prevista para ser realizada na segunda quinzena de abril. A pasta adquiriu um quantitativo de 80 milhões de doses junto ao Instituto Butantan para a vacinação dos grupos prioritários. O cronograma de envio das doses aos estados está sendo organizado e tão logo essa distribuição esteja fechada, será divulgada. Em 2020, foram vacinadas 73.672.162 do público-alvo”.

O ministério também destacou  “considerando que os estudos de coadministração das vacinas contra a influenza e a Covid-19 ainda estão em andamento, neste momento não será recomendada a administração simultânea das vacinas contra a Covid-19 com outras vacinas, conforme documentos já publicados pelo Ministério da Saúde. Deve ser respeitado um intervalo mínimo de 14 dias entre essas vacinas. Essas informações serão repassadas aos profissionais de saúde para ficarem atentos durante a aplicação das vacinas e o Ministério da Saúde irá orientar a população”.

O Instituto Butantan garante que as vacinas serão embaladas em linhas independentes. Portanto, uma não atrapalha o planejamento da outra. Cada linha conta com uma capacidade diária de embalo de 600 mil a 1 milhão de doses por dia.

Também em nota enviada a Tribuna da Bahia, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informa que “a campanha de vacinação contra influenza é uma estratégia prevista no calendário básico de imunização e definida pelo Ministério da Saúde que informa o início da mobilização e quais os públicos eletivos para receber as doses em todo o país”.  Assim que forem comunicados, a SMS vai seguir o calendário recomendado pelo Ministério da Saúde”.

Tribuna da Bahia

Anvisa e laboratório avaliam hoje uso emergencial da Covaxin

Reunião virtual está prevista para as 15h

Tribuna da Bahia, Salvador
vacina covid

O laboratório Precisa Medicamentos entregou à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido de reunião de submissão prévia, conforme previsto no Guia de Uso Emergencial, visando à autorização de uso emergencial da vacina Covaxin. O laboratório é o representante da farmacêutica indiana Bharat Biotech no Brasil.

Segundo a Anvisa, essa reunião serve para avaliar as condições da documentação para posterior pedido de uso emergencial. Ela foi agendada para hoje (9) às 15h, e será feita de forma virtual.

Como, até o momento, não houve a formalização do pedido de uso emergencial da Covaxin no Brasil, não foi definido ainda prazo para a análise da vacina.

“A reunião de submissão prévia está prevista no Guia de Uso Emergencial. É uma reunião que deve ser feita antes do pedido de uso emergencial de vacinas”, informou a Anvisa em nota, ao explicar que essa reunião é uma das etapas de análise técnica a ser feita pela equipe da agência para avaliar se já há dados suficientes para que o laboratório faço o pedido de uso emergencial.

Fonte: Agência Brasil

Vacinação contra a covid deverá ser repetida anualmente, diz diretor do Butantan

Dimas Covas justificou a possibilidade considerando a existências de variantes do vírus e o ritmo lento de imunização

Vacinação contra a covid deverá ser repetida anualmente, diz diretor do Butantan

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que acredita que a vacinação contra a covid-19 deverá ser repetida anualmente. Segundo ele, este seria um cenário “mais provável”, considerando a existências de variantes do vírus e o ritmo lento de imunização.

“Tudo indica que a duração da imunidade será inferior a um ano, e, portanto, a vacinação periódica será necessária. Há um foco muito grande na questão do uso da vacina, mas pouco se fala do rumo da pandemia. Com o ritmo atual — em que a concentração de uso dos imunizantes está nos países ricos e as nações com renda média e pobres ainda não têm aplicação em massa —, é provável que teremos o vírus circulando pelo mundo ainda no ano que vem com intensidade”, afirmou Dimas em entrevista à revista Veja.

 Dimas também fez considerações sobre o impacto das novas cepas do coronavírus sobre as vacinas, afirmando que são necessários mais estudos para comprovar se elas são ou não eficazes contra as novas variantes do vírus. Ainda assim, é notado que todos os imunizantes utilizados até o momento tem impacto no número de internações e mortes.

O diretor do Butantan também comentou sobre a questão do fornecimento das vacinas, afirmando que o Instituto tem realizado esforços para aumentar a produção do imunizante contra a covid-19.

“Já fizemos um primeiro esforço e, com isso, nos planejamos para entregar 22 milhões de doses no final de março, quando a previsão inicial era de pouco menos de 18 milhões. A previsão inicial de entrega foi feita dentro de um contexto que haveria outras vacinas dentro da programação do Ministério da Saúde, mas essa previsão não se confirmou”, concluiu.

Correio da Bahia

O que fazer ao testar positivo para Covid-19? Prefeitura de SSA divulga recomendações

O que fazer ao testar positivo para Covid-19? Prefeitura de SSA divulga recomendações

Foto: Betto Jr/ Secom PMS

Com o aumento acelerado de casos de coronavírus na Bahia, a Prefeitura de Salvador decidiu fazer uma série de recomendações para orientar as pessoas sobre como agir diante um diagnóstico de Covid-19. As sugestões são da infectologista Adielma Nizarala, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ela foi a responsável pelas dicas que abrangem tanto o momento da infecção quanto o período de recuperação do indivíduo. Veja abaixo:

– Quem recebeu o diagnóstico e está sem sintomas deve fazer o isolamento domiciliar e utilizar a máscara. Se morar com outras pessoas, o ideal é se isolar em determinado cômodo da casa, mas, se isso não for possível, o indivíduo deve manter o uso de máscara junto a seus familiares;

– Quando o paciente apresenta sintomas leves, como coriza, dor de cabeça e febre baixa, deve procurar uma unidade de atenção primária, a exemplo das Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Se os sintomas forem graves, o local indicado para o atendimento são as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e os gripários, construídos justamente para atender pessoas com sintomas das síndromes virais;

– Para todos os infectados, sintomáticos ou assintomáticos, uma recomendação geral é se hidratar e se alimentar bem, além de evitar bebidas alcoólicas para ajudar o corpo a combater o vírus. A infectologista alerta ainda a não utilizar suplementos dietéticos, a exemplo de vitaminas C e D, ou qualquer outro medicamento sem a recomendação de um profissional de saúde, pois eles não ajudam a evitar ou melhorar os sintomas da doença;

– Para os indivíduos com suspeita de Covid-19, Adielma sugere que não façam o teste logo no primeiro dia de sintoma para que não haja um falso negativo. “Espera completar as 72 horas. Se possível, para que não haja dúvidas, faça o teste no quarto dia de manhã. Eu digo isso porque às vezes a pessoa começa a ter os sintomas à noite e no terceiro dia de manhã já quer fazer o RT-PCR. No entanto, nesse caso, as 72 horas de sintomatologia ainda não terão sido completadas”, pontua.

– Quanto à retomada, Adielma explica que ela deve ocorrer no 14º dia de apresentação dos sintomas da doença, mas sem abrir mão das medidas de precaução.

Até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde já realizou mais de 325 mil testes de diferentes tipos para a detecção da doença. Eles podem ser realizados em postos de saúde, nas UPAs e em pontos estratégicos dos bairros que contam com medidas regionalizadas complementares:  Pituba (Praça Ana Lúcia Magalhães), Brotas (final de linha), Itapuã (USF do bairro), São Marcos (Escola Municipal Clériston Andrade), Fazenda Grande do Retiro (Final de Linha) e Pernambués (Escola Municipal Hildete Bahia).

 

Números contabilizados até a manhã desta quinta-feira (4) indicam que Salvador tem 150.526 casos de coronavírus, sendo 144.410 deles de pessoas já recuperadas. Desde o início da pandemia, a capital registra 3.804 mortes pela doença.

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia