WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia



flash day

sindy mega radio

iris calcados
janeiro 2021
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  


Inep divulga cartão de confirmação com local de prova do Enem 2020

Tribuna da Bahia, Salvador
05/01/2021 15:00 | Atualizado há 18 horas e 10 minutos

enem

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibilizou hoje (5) o cartão de confirmação de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), por meio do qual os inscritos podem consultar o local onde devem fazer a prova.

:: LEIA MAIS »

Documento de carro será 100% digital em 2021

A Tarde

carro

Proprietários de carros de todo o Brasil terão os documentos veiculares unificados no celular a partir deste ano. Desde a última segunda-feira, 4, começou a valer a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que unifica as documentações em formato eletrônico.

O novo documento chamado CRLV-e junta o Certificado de Registro de Veículo (CRV) e o Certificado de Licenciamento (CRLV). Ou seja, funciona como um substituto do documento verde obrigatório que você precisa carregar na carteira toda vez que sai de carro.

De acordo com o Detran-SP, essa resolução pretende trazer mais praticidade ao cidadão, que poderá acessar a documentação de seu automóvel diretamente de seu smartphone, evitando o antigo documento impresso em papel verde.

Esse novo documento poderá ser expedido por todos os condutores após a quitação de débitos, encargos e multas de trânsito.

Para fins de fiscalização do novo CRLV-e, o condutor pode apresentar o documento em sua versão digital, via aplicativo, ou mesmo imprimi-lo em papel comum. A impressão, porém, não é obrigatória.

 

Ministério da Saúde abre novo edital para compra de agulhas e seringas

seringa

Para alcançar a meta de 330 milhões de insumos, dessa vez pagando valores mais altos do que no último pregão, o Ministério da Saúde vai abrir novo edital de compra de agulhas e seringas

Na licitação que fechou no último dia 29 de dezembro, fabricantes de seringas fizeram oferta de menos de 8 milhões de insumos. O preço, que estaria abaixo de mercado foi uma das principais reclamações.

Após pressão das empresas, o ministério cedeu e iniciou encaminhamento nesta terça-feira a uma tabela de preços reajustados, por meio do Departamento de Logística da pasta.

Se trata de um outro pregão, novos insumos, e ainda dos 30 milhões de produtos extras com os quais as empresas se comprometeram a vender para o governo nesta terça, 5.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos e Odontológicos, as fábricas esperam o lançamento do edital ainda na primeira quinzena deste mês de janeiro.

A Tarde

Anvisa diz que não recebeu pedido para uso emergencial de vacina

Por Agência Brasil

anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) disse nesta terça-feira, 5, que ainda não recebeu nenhum pedido de uso emergencial ou de registro definitivo de vacinas para Covid-19 no Brasil. A informação foi dada após nova reunião com técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do laboratório Astrazeneca.

:: LEIA MAIS »

A difícil escolha entre salvar vidas ou a economia tem agora uma saída: a vacina

ACB Em Foco*

vacina

A virada de ano sempre vem com muitos desejos para o futuro que se aproxima. Em 2021, a unanimidade é a espera pela vacina contra a Covid-19. O cenário difícil enfrentado pela sociedade por conta da pandemia faz com que a espera por dias mais tranquilos seja reflexo da imunização que, infelizmente, ainda não tem data fechada para acontecer.

:: LEIA MAIS »

Boletim Covid: 13.395 pessoas já estão recuperadas da doença em Vitória da Conquista

Até esta segunda-feira (4), a Secretaria Municipal de Saúde registrou 14.586 casos confirmados da Covid-19 em Conquista. Desse total, 13.395 estão recuperados, 963 pacientes sintomáticos seguem em recuperação (36 internados e 927 em tratamento domiciliar) e 228 foram a óbito por complicações da doença.

São investigados, ainda, 7.413 casos notificados com suspeita de infecção pela Covid-19 que aguardam por classificação final, dos quais: 7.063 esperam pela investigação laboratorial e 350 pelo resultado do exame RT-PCR – as amostras são encaminhadas para análise no Lacen Estadual.

Ocupação de Leitos – Atualmente, a rede hospitalar do SUS no município disponibiliza 153 leitos (70 de UTI e 83 enfermarias) para tratamento de pacientes confirmados ou com suspeita de infecção pela Covid-19. Neste momento, 86 pacientes estão internados nos leitos disponíveis – são residentes de Vitória da Conquista e dos seguintes municípios da macrorregião:

…Leia na íntegra

Embasa prorroga até dia 29 de janeiro condições especiais para quitação de débitos

A Embasa prorrogou até o dia 29 de janeiro as condições especiais de pagamento de contas atrasadas para os usuários de seus serviços, a exemplo de prazo para pagamento da entrada, anistia de multa e juros, entre outras facilidades.

“Esta campanha foi pensada para contemplar os usuários dos serviços da Embasa que querem por em dia suas contas atrasadas e precisam de um apoio, pois estão reerguendo suas finanças aos poucos”, explica Thalita Vieira, gerente comercial da empresa.  “A pandemia do novo coronavírus ainda está afetando muitas famílias e alguns setores do comércio devido às perdas financeiras provocadas pelos vários meses de isolamento social, em 2020, e pela desaceleração da atividade econômica no chamado novo normal”.

As condições especiais de pagamento podem ser simuladas na Agência Virtual Embasa com acesso via web ou por aplicativo ou pelo teleatendimento (0800 0555 195). “Esses canais permitem que o usuário ache a oferta que melhor se adeque à sua condição econômica com segurança e comodidade”, explica Vieira.

Para quem preferir atendimento presencial, os postos da Embasa na rede SAC estão funcionando em todo o estado através de agendamento. Além das várias opções de acesso a atendimento e simulação do pagamento facilitado de contas atrasadas, os usuários dos serviços da Embasa ainda podem fazer o pagamento da conta por cartão de crédito ou cartão Elo Caixa do Auxílio Emergencial.
A simulação do pagamento na Agência Virtual Embasa permite que cada usuário com débito conheça as facilidades oferecidas e organize, de acordo com sua conveniência e capacidade de pagamento, a melhor forma de quitar suas contas atrasadas.
Para escolher a melhor forma de pagar o débito, basta o responsável pela matrícula acessar um canal de atendimento da Embasa e ter em mãos seu RG e CPF. Caso seja preciso realizar a atualização ou alteração da titularidade, é necessário apresentar também um comprovante de vínculo com o imóvel (escritura, compra e venda, contrato de aluguel, carnê do IPTU, conta da Coelba, etc).

Blog da Resenha geral

Confira o calendário de pagamentos do Bolsa Família em 2021

Agência Brasil

bolsa-familia-1547843489457_300x168

Responsável por operar o Bolsa Família, a Caixa Econômica Federal divulgou hoje (4) o calendário de pagamentos do benefício social para 2021. Em janeiro, o pagamento será feito entre os dias 18 e 29.

 Programa com 14 milhões de famílias inscritas, o Bolsa Família paga os beneficiários conforme o dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Os depósitos ocorrem sempre nos dez últimos dias úteis de cada mês.
 Confira o calendário de pagamento para todos os meses do ano na tabela abaixo:

Foto: Agência Brasil

Em dezembro, a Caixa começou a migração dos beneficiários que ainda sacam o Bolsa Família exclusivamente com o Cartão Cidadão para a conta poupança social digital. Usada no pagamento do auxílio emergencial, a conta poupança permite o pagamento de boletos e de contas domésticas (como água, luz e gás).

 A conta poupança digital também permite a realização de compras com cartão de débito virtual pela internet e com código QR (versão avançada do código de barras) em lojas físicas com maquininhas de estabelecimentos parceiros. A poupança digital permite até três transferências gratuitas por mês para qualquer conta bancária.
 Segundo o cronograma divulgado no fim do ano passado, os beneficiários com NIS de finais 9 e 0 começaram a receber o Bolsa Família pela conta poupança social digital em dezembro. Em janeiro, o pagamento pela plataforma passará a ser feito para os inscritos com NIS de finais 6, 7 e 8.
 Em fevereiro, a Caixa abrirá contas poupança digitais para os beneficiários de NIS com finais 3, 4 e 5. Em março, será a vez dos inscritos com NIS de finais 1 e 2 e os Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (GPTE), categoria que inclui indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua.
 Em dezembro, a Caixa começou a migração dos beneficiários que ainda sacam o Bolsa Família exclusivamente com o Cartão Cidadão para a conta poupança social digital. Usada no pagamento do auxílio emergencial, a conta poupança permite o pagamento de boletos e de contas domésticas (como água, luz e gás).

Contran autoriza digitalização de documentos de registro

Tribuna da Bahia, Salvador
04/01/2021 13:48 | Atualizado há 19 horas e 29 minutos

 Foto: Divulgação / Denatran


A partir de hoje (4) entra em vigor a resolução emitida pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que autoriza a digitalização dos documentos de registro e de transferência de veículos – no caso, o Certificado de Registro do Veículo (CRV), o Certificado de Licenciamento Anual (CLA) e o comprovante de transferência de propriedade (antigo DUT).

“O CRV e o CLA serão integrados ao Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV-e) e o DUT se desvincula do CRV e se transforma na Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV-e)”, informa por meio de nota o Ministério da Infraestrutura.

De acordo com a pasta, a medida vale para veículos registrados a partir de hoje. Documentos expedidos antes disso, impressos em papel-moeda verde, continuarão valendo.

O CRLV-e estará disponível em formato digital, após a quitação de todos os débitos, no aplicativo da Carteira Digital de Trânsito (CDT), pelo celular, no portal do Denatran ou por meio dos canais de atendimento dos Detrans.

“O proprietário também pode imprimir o documento em papel A4 comum, branco, que terá o QR Code de segurança, válido para fiscalização”, complementa a nota ao ressaltar que o registro deve ser feito nos casos de compra de veículo zero km; de compra ou venda de veículo usado; de mudança de município de domicílio ou residência do proprietário; e de mudança de categoria ou alteração de característica do veículo.

Mudanças

Para quem já possui o documento de registro e a autorização para transferência de propriedade (DUT) em papel-moeda (para veículos registrados antes de 2021), as mudanças não trarão impactos práticos.

Nesse caso, quando o proprietário for vender o veículo, deverá seguir o mesmo procedimento atual, que é de preencher o verso do documento com os dados do comprador, reconhecer firma no cartório e, por fim, ir ao Detran para efetivar a transferência.

Segundo o Contran, os procedimentos mudarão apenas no caso de veículos registrados a partir do dia 4 de janeiro, com o Detran passando a expedir somente o CRLV-e em formato digital.

“A ATPV-e, que antes vinha em branco, no verso do documento, a partir de agora será expedida somente quando o proprietário for vender o veículo. Na ocasião, o proprietário solicita junto ao Detran, presencialmente ou por meio de algum canal de atendimento digital, a expedição do documento de transferência, informando os dados do comprador. O Detran disponibiliza a ATPV-e preenchida e com o QR Code de segurança. A partir daí, o procedimento é o mesmo de antes: reconhecimento de firma no cartório e efetivação da transferência no Detran”, detalha o Contran ao antecipar que, em breve, a transferência poderá ser realizada totalmente em meio digital.

A expectativa do órgão é de que, até o fim do primeiro semestre, seja possível transferir a titularidade do veículo por meio da CDT ou pelos portais do Denatran e do Detran onde o veículo estiver registrado. Para isso, será necessário que o antigo e o novo proprietários tenham algum tipo de assinatura digital válida.

Fonte: Agência Brasil

Anvisa quer mais dados para autorizar uso de vacina produzida na Índia

Tribuna da Bahia, Salvador

04/01/2021 16:00 | Atualizado há 17 horas e 13 minutos

india

Foto: Reuters / Michael Weber / Imago Imagens


Em nova reunião com representantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) reforçou hoje (4) o pedido de mais informações para liberar a autorização emergencial do uso das doses da vacina contra a covid-19 que serão importadas do Serum Institute of India, que produz o imunizante da Oxford eAstraZeneca na Índia. Lá, o uso emergencial já foi aprovado.

No dia 31 de dezembro de 2020, a Anvisa autorizou a importação, em caráter excepcional, de 2 milhões de doses da vacina britânica da Oxford, produzida em parceria com a Fiocruz no Brasil. As doses importadas foram fabricadas. Em nota, a agência reguladora informa que fez, na manhã desta segunda-feira, uma reunião para tratar da submissão do protocolo do uso emergencial das doses da vacina.

Na reunião, representantes da Fiocruz apresentaram os dados já de posse da fundação. Na ocasião, a agência reguladora listou informações, ainda aguardadas pela Fiocruz, que são necessárias para que esta possa pedir autorização para uso emergencial da vacina no Brasil.

“Na reunião, a Fiocruz mostrou que está empenhada para que essas informações sejam reunidas e apresentadas à Anvisa com a maior brevidade”, diz a nota.

A Anvisa que saber se o produto do fabricante indiano é semelhante ao fabricado no Reino Unido, que teve os dados clínicos aprovados, e se o método de produção e os materiais utilizados são os mesmos.

A vacina com a importação aprovada foi a produzida na Índia pela Serum Institute of India. A empresa produz a vacina da AstraZeneca, na Índia. Lá, o uso emergencial já foi aprovado.

“Para a autorização, a agência precisa avaliar os estudos de comparabilidade entre a vacina do estudo clínico, que é fabricada no Reino Unido, com a vacina fabricada na Índia, bem como os dados de qualidade e condições de boas práticas de fabricação e controle”, acrescenta o texto.

Segundo a Anvisa, as informações servirão para avaliar a equivalência da vacina produzida na Índia quanto à resposta da imunogenicidade. O termo diz respeito à habilidade de a vacina ativar resposta ou reação imune contra o coronavírus, tais como o desenvolvimento de anticorpos específicos, respostas de células T, reações alérgicas ou anafiláticas. “Ou seja, é necessário entender se o produto do fabricante indiano é semelhante ao fabricado no Reino Unido e que teve os dados clínicos aprovados”, reforça a Anvisa.

A agência diz ainda que não fará nenhum retrabalho durante sua análise e que já tem trabalhado para aproveitar a análise de agências de referência e focar em questões que são específicas para o Brasil. “A Anvisa e a Fiocruz seguem em comunicação para otimizar as avaliações e a entrega dos documentos necessários par avaliação e decisão da agência”, informa a Anvisa.

Fonte: Agência Brasil

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia