WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia
afrojapa

radio up

iris calcados
maio 2021
D S T Q Q S S
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: ‘Saúde’

MPF instaura procedimento para acompanhar vacinação em 26 municípios baianos

vacina covid

O Ministério Público Federal instaura um procedimento administrativo para acompanhar a vacinação contra a Covid-19 nos 26 municípios de atribuição da unidade do órgão na cidade baiana de Guanambi. O objetivo é evitar a aplicação de vacina em quem não integra o grupo prioritário da primeira fase e, em caso de inobservância dos critérios, permitir a adoção das medidas judiciais cabíveis.

Nesta terça, 19, foram enviados ofícios aos prefeitos de Guanambi e Caetité para que divulguem, no prazo de cinco dias, a contar do fim da primeira etapa da vacinação: o quantitativo de vacinas recebido na primeira etapa e a lista das pessoas vacinadas, com a respectiva qualificação e o critério em que se enquadraram para recebimento. Além desses dois, também vão ser oficiados, nessa quarta-feira, 20, todos os prefeitos dos municípios sob atribuição do MPF em Guanambi.

Municípios da área de abrangência do MPF em Guanambi: Botuporã, Caculé, Caetité, Candiba, Carinhanha, Caturama, Érico Cardoso, Ibiassucê, Ibitiara, Iuiú, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Novo Horizonte, Palmas de Monte Alto, Paramirim, Pindaí, Rio do Antônio, Rio do Pires, Sebastião Laranjeiras, Tanque Novo e Urandi.

A Tarde

Vitória da Conquista recebe 4.040 doses da Coronavac; vacinas chegaram nesta madrugada

Era cerca de 4 horas da madrugada desta terça-feira (19) quado a aeronave que trazia as doses da vacina contra o novo coronavírus pousou no Aeroporto Glauber Rocha, em Vitória da Conquista.

Ao todo o município recebeu neste primeiro momento 4.040 doses, o suficiente para vacinar 2.020 pessoas, já que os vacinados precisam garantir duas doses para a eficácia da imunização.

As vacinas faram enviadas para o Núcleo Regional de Saúde onde estão acondicionadas na sala de refrigeração. Para ainda nesta terça-feira, serem distribuídas para os locais de vacinação determinadas pela Secretaria Municipal de Saúde.

Sem previsão de 2º lote, Bahia vai usar metade das doses enviadas pelo Ministério da Saúde

por Bruno Luiz

corona

Sem prazo para chegada de um segundo lote à vista, o governo baiano vai usar apenas metade das 379 mil doses da Coronavac que serão enviadas pelo governo federal ao estado para vacinar a população contra Covid-19. 

Segundo o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, o objetivo é garantir que haja quantitativo suficiente para aplicação das duas doses da vacina, já que a imunização completa provocada pela Coronavac só acontece após a segunda dose. 

“Ninguém vai ficar a ver navios. Nós vamos aplicar 180 mil doses e guardar na Sesab as outras 180 mil para aplicação em até três semanas”, explicou o titular da Sesab em entrevista ao “Isso é Bahia”, programa da rádio A TARDE FM em parceria com o Bahia Notícias. 

Com a medida, apenas 180 mil das 1.791.438 pessoas do grupo considerado prioritário na fase 1 do plano estadual de vacinação devem ser imunizadas. Nele, estão incluídos trabalhadores da saúde, indígenas, idosos com 75 anos ou mais, povos e comunidades tradicionais e ribeirinhas e idosos com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência como asilos (clique aqui e veja todos os detalhes sobre o plano de imunização).

QUANTIDADE DE VACINAS

O secretário afirmou que não há no Brasil, a curto prazo, quantidade suficiente para imunizar a população que integra o grupo prioritário para vacina contra Covid-19. Na visão dele, a única forma de mudar este cenário seria a aplicação da Sputnik V, produzida pela Rússia, cujo uso emergencial foi barrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no sábado (16) (veja aqui).

Por causa da negativa, o governo baiano ingressou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a liberação de 10 milhões de doses do imunizante para uso no país (entenda aqui).

“Não existe, num cenário de curto prazo, quantidade de vacina suficiente para o grupo de risco. A única possibilidade que vejo é ampliar o cardápio de vacinas. A vacina Sputnik V já está sendo aplicada na Argentina, na Rússia, há um acordo de distribuição de 10 milhões de doses para transporte no Brasil. Temos a vacina Sputnik sendo fabricada no Brasil, com possibilidade de termos até 8 milhões de doses por mês, e corremos o risco de ver essa vacina ser exportada e ficarmos a ver navios”, criticou o secretário. Vale lembrar que a Bahia tem acordo com o governo russo para distribuir e comercializar a vacina no Brasil, por meio da estatal Bahiafarma. 

Vilas-Boas criticou o que chamou de “preciosismo” da Anvisa em exigir que o imunizante passe pela fase 3 de testes no Brasil como condição para autorizar o uso emergencial. 

“É um entrave burocrático, sem sentido científico. Não há razão, não há plausibilidade biológica para se condicionar a aprovação de uma vacina a um estudo de 5 mil pessoas quando já se tem um estudo de 44 mil pessoas na Rússia. Acho isso de um preciosismo totalmente fora da realidade, chega a ser esquizofrênico”, reclamou. (Atualizada às 10h05, para incluir declarações de Fábio Vilas-Boas sobre a falta de vacinas no Brasil)

Janeiro Branco: campanha de 2021 conscientiza sobre saúde mental e pandemia

Victor Rosa

Pandemia causou ou potencializou problemas de ansiedade e depressão | Foto: Freepik - Foto: Freepik

Com o lema ‘Todo Cuidado Conta’, a campanha Janeiro Branco deste ano busca conscientizar as pessoas sobre a saúde mental e cruzar um paralelo entre questões relacionadas à mente e à pandemia do novo coronavírus.

:: LEIA MAIS »

Manaus: polícia encontra 33 cilindros de oxigênio escondidos em caminhão

Manaus: polícia encontra 33 cilindros de oxigênio escondidos em caminhão
Motoristas do caminhão disse que ficou com medo de que população invadisse empresa e roubasse os cilindros
 Enquanto pacientes morrem por falta de ar, 33 cilindros de oxigênio foram encontrados escondidos em um caminhão na zona centro-oeste de Manaus, na tarde dessa quinta-feira (15). Segundo informações da Secretaria da Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), uma denúncia anônima motivou a busca no veículo
Um homem de 38 anos foi detido e vai responder por reter produtos para o fim de especulação e ficará à disposição da Justiça. Dos 33 cilindros, 26 possuíam oxigênio.

Segundo o delegado Bruno Fraga, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), durante o interrogatório o homem informou que possui uma empresa de comercialização de cilindros de oxigênio, porém ficou com medo de que a população invadisse o estabelecimento em busca do material, e decidiu tirá-lo do local.

 “Ele informou também que os cilindros haviam sido envasados na quarta-feira (13/01). Os materiais apreendidos foram encaminhados na noite de hoje para unidades hospitalares de Manaus”, informou ele.

Policiais civis fizeram a escolta do material para abastecimento em quatro unidades de saúde da rede estadual, durante a noite. Para o Hospital Beneficente Português, foram destinados 11 cilindros. Seis foram para a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), seis para o SPA do São Raimundo e três para o SPA do Coroado.

Avião que vai buscar vacinas na Índia decola hoje do Recife

Avião que vai buscar vacinas na Índia decola hoje do Recife

Decola nessa sexta-feira (15) do Recife em direção a Mumbai, na Índia, o avião da companhia aérea Azul que vai buscar os 2 milhões de doses da vacina contra a covid-19 importadas do país asiático. A previsão é que a aeronave decole às 23h e chegue amanhã (16) à Índia.

 Inicialmente o voo estava previsto para decolar na noite de ontem (14), também às 23h, mas a viagem foi reprogramada em razão de questões logísticas internacionais.

O voo com destino ao Recife partiu na tarde de ontem, por volta das 15h30, do Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). A Azul comentou a alteração na viagem e disse que, após chegar à capital pernambucana, a tripulação pernoitaria na cidade, prosseguindo o voo nesta sexta-feira.

A volta da aeronave ao Brasil estava marcada para sábado(16), aterrissando no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Mas, com a alteração no voo, ainda não há informações sobre o retorno do avião.

“A data de retorno ao Brasil, com a carga de vacinas estimada em 15 toneladas, ainda está sendo avaliada de acordo com o andamento dos trâmites da operação de logística feita pelo governo federal em parceria com a Azul”, disse o Ministério da Saúde, ontem, em nota.

Ao chegar, a vacina ainda precisa aguardar o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A agência se reúne no domingo (17) para analisar o pedido de uso emergencial apresentado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), parceira da AstraZeneca e da Universidade de Oxford no Brasil.

De acordo com o ministério, a vacina será distribuída aos estados em até cinco dias após o aval da Anvisa para, assim, dar início à imunização em todo o país, de forma simultânea e gratuita.

 A segurança no transporte das doses pelo Brasil será realizada pelas Forças Armadas, em ação conjunta com o Ministério da Defesa.

Aeronave
O avião que parte em direção à Índia é um Airbus A330neo, maior aeronave da frota da Azul, e estará equipado com contêineres específicos para garantir o controle de temperatura das doses, de acordo com as recomendações do fabricante. O avião percorrerá cerca de 15 mil quilômetros até o destino final.

O ministério informou que, além do apoio da Azul, conta com a Associação Brasileira de Empresas Aéreas por meio das companhias aéreas Gol, Latam e Voepass, para a logística de transporte gratuito da vacina.

Correio da Bahia

Covid-19: Salvador inicia procura de freezers para armazenar 5 milhões de doses da vacina

por Matheus Caldas

Covid-19: Salvador inicia procura de freezers para armazenar 5 milhões de doses da vacina

Foto: Betto Jt. / Secom

A prefeitura de Salvador deu início à procura de materiais para iniciar o plano de vacinação contra a Covid-19, anunciado nesta terça-feira (12) pelo prefeito Bruno Reis (DEM) (leia mais aqui).

A gestão municipal abriu cotação de preço para adquirir quatro freezers que podem armazenar até cinco milhões de doses do imunizante. A informação está na edição desta terça do Diário Oficial do Município. A informação publicada no diário foi levada a público momentos antes da divulgação do plano feita pelo prefeito.

Segundo a publicação, os materiais servirão para armazenamento científico de bobinas de gelo reutilizável com indicação de acondicionamento em ultrabaixa temperatura a nível local, com capacidade 100 a 120 litros. As propostas deverão ser apresentadas à prefeitura em até três dias úteis da publicação no diário oficial.  

O QUE É COTAÇÃO DE PREÇO?
Antes de celebrar qualquer contrato, seja de procedimento licitatório ou de contratação direta, a administração Pública deve apurar o valor estimado da contratação, para que não haja dano ao erário público. Com isso, é possível garantir que o Poder Público identifique o valor médio de mercado para qualquer contratação.

ARMAZENAMENTO DAS VACINAS
A prefeitura dividiu as redes para armazenar os imunizantes em três: redes de frio municipal, distrital e local.

A municipal se refere à hospitais e vigilância sanitária e tem uma perspectiva macro. Serão quatro câmaras de conservação, totalizando 972 litros, com capacidade para 98 mil doses. Ainda haverá quatro refrigeradores de 850 litros no total, e quatro ultrafreezers para armazenamento de 160 mil doses – este poderia, eventualmente, armazenar o imunizante da Pfizer, que requer a convervação em temperaturas abaixo de -70º graus. 

A rede distrital versa sobre o planejamento nos 12 distritos sanitários da capital. Destes, sete poderão armazenar, no total, 686 mil doses em câmaras de conservação. São eles: Barra, Subúrbio, Itapagipe, Brotas, São Caetano, Valéria, Cabula e Cajazeiras.

A última etapa de destino dos imunizantes está na rede local, que são as salas de vacinação. São 153 das 158 unidades de saúde do município que possuem estes espaços. Os locais terão câmaras de conservação e freezers científicos. 

De acordo com Bruno Reis, todos os espaços, em qualquer das redes, têm a possibilidade de receber qualquer tipo de vacina, inclusive a da Pfizer. Além desta, o plano municipal inclui os seguintes imunizantes: Astrazeneca/Oxford, Janssen, Moderna, Sputnik V e Coronavac.

Na visão do prefeito da capital da Bahia, “talvez não tenha uma cidade no Brasil que tenha já a infraestrutura que Salvador tem”.

OUTROS EQUIPAMENTOS
A edição do diário desta terça evidenciou a procura municipal por outros materiais. A prefeitura abriu cotação de preço para aquisição de saco transparente zip lock e para contratação de micrologística para gestão de insumos e materiais médicos, medicamentos e correlatos, incluindo o desenvolvimento e a administração de processos e de materiais dentro da cadeia de abastecimento das unidades beneficiárias tais como programação, armazenagem, administração de equipe, separação de pedidos, expedição de insumos, distribuição de materiais médicos e medicamentos.

Reposição hormonal pode proteger o útero contra o câncer do endométrio

Mulheres que são usuárias assíduas de pílulas contraceptivas reduzem em 40% as chances de contrair a doença

Tribuna da Bahia, Salvador
13/01/2021 06:30 | Atualizado há 2 horas e 38 minutos

 Foto: Reprodução


O câncer do endométrio tem sua origem na camada interna do útero, conhecida como endométrio, local onde o embrião se desenvolve durante a gravidez. Existem dois tipos desse carcinoma. O endometrióide acomete 80% da população feminina e está relacionado a um desequilíbrio hormonal do estrogênio e da progesterona – responsáveis pela manutenção do sistema reprodutor da mulher – e surge a partir de lesões precursoras – aquelas que antecedem o aparecimento da doença -, conhecida como hiperplasia complexa com atipia.

Já a espécie não endometrióide não possui associação com esses hormônios e não se manifesta antes do surgimento do tumor. De acordo com o ginecologista da Clínica Elsimar Coutinho, Dr. Alessandro Scapinelli, este último é mais agressivo e está relacionado a uma maior mortalidade. No entanto, há uma redução de 40% no risco do câncer endometrial nas mulheres que são usuárias assíduas de pílulas contraceptivas. “Mas, independente da via de administração hormonal, o importante é que o endométrio permaneça constantemente fino, prevalecendo o efeito local do derivado da progesterona”, declara o especialista.

Esse resultado pode ser alcançado através de diversas vias de reposição do hormônio: implantes, adesivos, anel vaginal e DIU hormonal. Conforme o ginecologista, essa proteção pode persistir por décadas após a interrupção desses métodos. O primeiro alerta para este tipo de câncer são os sangramentos uterinos anormais, principalmente se houver fatores de risco presentes, tais como: obesidade, diabetes, aumento de triglicérides e circunferência abdominal, hipertensão arterial, uso do tamoxifeno (por mais de 5 anos) e qualquer situação onde exista no organismo um excesso do estradiol em detrimento à progesterona, especialmente nas mulheres que estejam fazendo tratamento hormonal.

Policlínica Regional em Vitória da Conquista contrata médicos com remuneração de até R$ 10 mil

Período de inscrição vai de 13 a 19 de janeiro de 2021

Tribuna da Bahia, Salvador
12/01/2021 18:17 | Atualizado há 14 horas e 48 minutos

 Foto: Sesab


A Policlínica Regional em Vitória da Conquista está contratando médicos com remuneração de até R$ 10 mil, no regime CLT, o que garante férias e 13º salário. São vagas para médico angiologista e neurologista, com cargas horárias que variam de 12 a 20 horas semanais. O processo seletivo simplificado analisa os currículos e os títulos dos candidatos e o período de inscrição vai de 13 a 19 de janeiro de 2021.

Os interessados devem entregar a documentação na sede do Consórcio Interfederativo de Saúde da Região de Vitória da Conquista e Itapetinga (Cisvita), localizado na Avenida Juracy Magalhães, nº 3340, Ed. Multiplace Conquista Sul, Sala 303, no bairro Boa Vista, em Vitória da Conquista.

Mais informações estão disponíveis no site www.cisvita.ba.gov.br ou pelo telefone (77) 3025-6417.

Prefeito licenciado de Goiânia, Maguito Vilela morre aos 71 anos em decorrência da Covid-19

maguito

O ex-governador de Goiás e prefeito licenciado da capital, Goiânia, Maguito Vilela (MDB), morreu, nesta quarta-feira, 13, aos 71 anos. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo (SP), lutando contra uma infecção pulmonar, agravada pela Covid-19.

De acordo com um comunicado divulgado pela Secretaria de Comunicação de Goiânia, a família do político está providenciando o traslado do corpo de São Paulo para Goiás e ele deve ser sepultado em Jataí, sua terra natal.

Luiz Alberto Maguito Vilela testou positivo para o novo coronavírus no dia 20 de outubro de 2020. Dois dias depois, ele foi internado em um hospital de Goiânia. Após 80 dias internado, Maguito teve uma piora no quadro de saúde com uma infecção nos pulmões provocada por bactérias e fungos. Maguito, que era advogado, deixa mulher e quatro filhos.

A Tarde

checkup day

mg personal

muay thai


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia